Grande Curitiba

Comitê aprova 33 escolas municipais como aptas para dar sequência na retomada das atividades presenciais

A avaliação foi realizada entre 26 de julho e 02 de agosto. Entre os itens verificados estiveram materiais de higiene disponíveis, ventilação e equipamentos
5 de agosto de 2021 às 17:02
(Foto: Carlos Poly)

COM ASSESSORIAS – A Secretaria Municipal de Educação de Araucária (SMED) informou que 33 das 34 escolas municipais estão consideradas aptas para dar sequência ao Plano de Retomada das atividades presenciais. Entre os itens verificados estiveram materiais de higiene, ventilação e equipamentos. A avaliação foi realizada entre 26 de julho e 02 de agosto pelo Comitê Permanente de Retorno às Aulas presenciais, que é composto por representantes da SMED, Secretaria de Saúde e Conselho Municipal de Educação (conforme decreto 36388/21). Araucária retomou as atividades presenciais (dentro do modelo híbrido) em 02 de agosto para turmas de 8º e 9º anos.

Nas visitas às escolas municipais, o comitê verificou os seguintes itens: termômetro para a verificação de temperatura de todos na entrada, dispenser de álcool instalados e funcionando ao lado das portas e demais ambientes, totem de fornecimento de álcool em gel, EPIs profissionais, máscara para todos os estudantes (conforme orientação da OMS), sinalização do distanciamento nas salas de aula e no piso da unidade onde são feitas as filas, bebedouros lacrados, organização adequada para a distribuição do lanche e janelas que proporcionam ventilação. No caso da escola que ficou com a situação pendente, os departamentos competentes já estão tomando providências cabíveis.

RETORNO – Araucária iniciou a modalidade de ensino híbrido (parte das atividades presenciais e parte remota) para turmas de 8º e 9º ano da rede municipal em 02 de agosto. Mas a participação dos alunos em atividades presenciais ocorre somente com a devida autorização dos pais/responsáveis legais. As unidades educacionais passaram por readequação para garantir o distanciamento e as medidas de higiene necessárias que o momento exige.

Conforme a SMED, a implantação do ensino híbrido ganhou maior viabilidade graças ao avanço da imunização não apenas para os profissionais da Educação mas para toda população. Nas unidades, as carteiras e cadeiras foram espaçadas com isolamento e distanciamento de 1,5m. Todas as salas de aula contarão com álcool em gel e os bebedouros de uso coletivo estarão isolados. A Educação fornecerá máscaras descartáveis PFF2/N95 aos estudantes dos 8º e 9º anos. As máscaras serão de uso obrigatório e a entrega aos estudantes ocorrerá nas próprias unidades educacionais. Todos que entrarem na unidade precisarão ter a temperatura verificada e realizar higiene das mãos (álcool gel).

As turmas do ensino fundamental do 1º ao 5º anos poderão ser notificadas, ao longo do mês de agosto, sobre o retorno gradativo/escalonado. A confirmação das turmas e a comunicação com a comunidade escolar são realizadas pela unidade educacional. Em relação à educação infantil, a SMED informa que, durante o mês de agosto, deve organizar os espaços para o retorno de turmas do Infantil 4 e 5 (idades de atendimento obrigatório), assim que possível pelo cenário epidemiológico.

CUIDADOS – Seja em casa ou na unidade educacional, o cuidado com a saúde precisa ser responsabilidade de todos. As medidas de prevenção à Covid-19 devem ocorrer em todos os lugares, em todos os momentos e envolver todas as pessoas. Higienização frequente das mãos, o uso obrigatório de máscaras, ambientes arejados, distanciamento e vacina (da marca que estiver disponível – e para quem for indicado) são medidas importantes para o cuidado de todos.