Grande Curitiba

Usuários do Câmbio Verde conhecem Ecopontos para descarte de inservíveis

16 de abril de 2021 às 16:28
(Foto: Hully Paiva/SMCS)

COM ASSESSORIAS – Os dois Ecopontos da Regional Boqueirão, o Érico Veríssimo e o Vila Nova, já receberam dos moradores 3,9 mil toneladas de materiais inservíveis desde sua inauguração. Para que mais moradores contribuam para ampliar esse resultado positivo, a Prefeitura, por meio da Administração Regional Boqueirão, apresentou o serviço aos usuários do programa Câmbio Verde.

Uma equipe de servidores aproveitou o dia em que os moradores trocaram recicláveis por alimentos no Câmbio Verde e deu orientações sobre o uso dos Ecopontos, além de indicar os endereços e horários de funcionamento para levar os materiais sem uso. Nas abordagens, as normas de segurança sanitária contra a pandemia da covid-19 foram respeitadas.

O técnico em eletrônica Herbert Ulbricht, 65 anos, agora sabe onde levar o que não tiver utilidade em casa.

“Achei excelente conhecer esse serviço. Eu já sabia que podia pedir pela Central 156 para buscar o entulho. Mas posso levar a hora que eu quiser. Ninguém mais tem desculpa para jogar na beira do rio”, fala Ulbricht.

Moradores recomendam

Quem já utiliza os Ecopontos aprova o serviço. O pintor Aparecido Wagner de Araújo Alves, 45 anos, leva resíduos de construção no Ecoponto Érico Veríssimo, inaugurado em março de 2019, e não depende mais de caçambas.

“É ótimo. A região ficou mais limpa e até o rio que fica ali perto [Ribeirão dos Padilhas] não encheu mais”, conta Aparecido.

Os Ecopontos também recebem restos de madeira, poda e limpeza de jardins, mobiliário e eletroeletrônicos inservíveis. Um caminhão da Secretaria Municipal do Meio Ambiente faz o recolhimento e encaminha cada tipo de material para a destinação correta.

O empresário e construtor Jamilson Rossini Pereira, 37 anos, leva semanalmente entulho de construção ao Ecoponto Vila Nova, em funcionamento desde janeiro de 2020, e encaminhou também eletrodomésticos sem uso, podas de jardins e materiais recicláveis.

“Algumas empresas deixaram de coletar materiais como pneu, televisão. Foi a salvação conhecer este local. Quando trago as cargas para o Ecoponto, tenho a certeza de que tudo vai estar bem destinado”, diz Jamilson.

Por toda a cidade

Curitiba conta atualmente com nove Ecopontos, que recolheram oito mil toneladas de materiais de 2019 até 31 de janeiro deste ano. Cada pessoa pode levar ao Ecoponto até 1m³ por dia de material para descarte.

Confira neste link o endereço dos nove Ecopontos da cidade .