Grande Curitiba

Urbs abre editais para ocupação de 22 lojas e bancas

28 de abril de 2021 às 18:17
(Foto: Daniel Castellano/SMCS (arquivo))

COM ASSESSORIAS – O empreendedor em busca de um local para montar um comércio pode encontrar oportunidades nas licitações que a Urbanização de Curitiba (Urbs) programou para início de maio. Serão escolhidos permissionários de lojas e bancas em vários pontos da cidade, como Mercado Municipal Capão Raso, Rodoferroviária, Rua 24 horas, terminais de ônibus.

São dois editais, com um total de 22 lotes. “Esses editais são uma boa oportunidade para quem está pensando em investir e aproveitar a retomada econômica, que deve começar no segundo semestre de 2021”, diz Pedro Romanel, diretor administrativo e financeiro da Urbs.

A maior parte dos espaços é de uso livre. Podem servir para a instalação de lojas, cafeterias, pet shops e bancas.

Podem participar do edital pessoas físicas e jurídicas e o contrato tem duração de cinco anos. Vence a proposta de maior valor.

Rua 24 Horas

O primeiro edital contempla dez lotes e a abertura de propostas será dia 5 de maio, às 13 horas, na sede da Urbs, no bairro Jardim Botânico.

Dos dez lotes previstos, – todos de uso livre -, sete estão na Rua 24 horas. Os valores de outorga no local variam de R$ 9.504 a R$ 30.729,60.

Há também oportunidades no Centro Comercial Rui Barbosa, com dois lotes com valor de outorga, respectivamente, de R$ 24.935,04 e R$ 27.005,76.

No espaço Água Verde, em frente ao supermercado Condor, na esquina da Avenida Água Verde e Rua Bento Viana, o valor de outorga é de R$ 5.659,20.

Mercado Capão Raso

O segundo edital contempla 12 lotes localizados no Mercado Municipal Capão Raso, na Rodoferroviária, na Rua da Cidadania do Cajuru e nos terminais Santa Cândida e do Carmo. As propostas devem ser entregues no dia 10 de maio, às 13 horas, na sede da Urbs, no bairro Jardim Botânico.

No segundo lote, os valores mínimos de outorga vão de R$ 3.654 a R$ 17.294.

O local com mais oportunidades é o Mercado Municipal Capão Raso, que tem sete lotes no edital, com lojas de 9,9 metros quadrados até 39,60 metros quadrados. O mercado, fruto da revitalização do antigo Shopping Popular, se transformou em uma das referências de comércio na região Sul da cidade. Localizado ao lado do terminal do Capão Raso, recebe, em média, quatro mil pessoas por dia.

Há ainda um lote a ser licitado na Rodoferroviária, dois no Terminal Santa Cândida, um no Terminal do Carmo e um último na Rua da Cidadania do Cajuru. Os editais podem ser conferidos aqui e também neste link.