Grande Curitiba

Curitiba chega ao plantio de número 155 mil. E o desafio continua

21 de setembro de 2021 às 16:24
(Foto: Ricardo Marajó / SMCS)

COM ASSESSORIAS – O plantio simbólico de três mudas ipês – um amarelo, um branco e um roxo – em parceria com o Ministério Público do Paraná (MPPR), em sua sede no Centro Cívico, fez o arvorômetro da cidade atingir a marca de 155 mil árvores nativas plantadas dentro do Desafio 100 Mil Árvores para Curitiba. A ação, comandada pelo procurador-geral, Gilberto Giacoia, aconteceu no Dia da Árvore, comemorado nesta terça-feira (21/9) e foi acompanhada pelo prefeito Rafael Greca.

“Com alegria, celebramos o verde de Curitiba e a sensibilidade das autoridades do nosso Estado com a causa da natureza”, disse o prefeito, acompanhado da secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Oliveira Dias. Greca lembrou da contribuição feita também pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), na figura do seu presidente, o desembargador José Laurinto Netto, que promoveu plantios no Palácio da Justiça e no Centro Judiciário.

Para Giacoia, que agradeceu o apoio e a presença do prefeito na arborização no prédio do Ministério Público, a cooperação é fundamental. “Já se disse que as árvores são poemas que a terra escreve para o céu”, comentou, antes de declamar Velhas Árvores, de Olavo Bilac.

A secretária do Meio Ambiente, Marilza Oliveira Dias, lembrou que, além da beleza, árvores são aliadas contra as mudanças climáticas. “Elas proporcionam conforto térmico, fazem a troca de gases, servem de abrigo para a fauna silvestre, além de outros atributos”, enumerou.

Acompanharam o plantio, ainda, o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, o deputado Ademar Traiano; a procuradora de justiça Carla Maccarini; e o superintendente de Obras e Serviços da Secretaria do Meio Ambiente, Jean Brasil.

Mudas esgotadas nas regionais

A comemoração também aconteceu nas dez administrações regionais da cidade, com a distribuição simultânea de mudas. Ao todo, foram disponibilizadas para a população cerca de 5 mil mudas de árvores nativas – como os ipês amarelo, roxo e roxo anão, uvaia, pitanga, araçá vermelho, palmeira imperial, entre outras.

Esse é o quarto mês que o Horto da Barreirinha descentraliza a entrega para a população. De acordo com o diretor de Produção Vegetal da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, José Roberto Roloff, é uma forma de facilitar o acesso e incentivar a participação no Desafio 100 Mil Árvores para Curitiba.

Curitiba mais verde

O desafio 100 Mil Árvores para Curitiba foi lançado pelo prefeito Rafael Greca, originalmente, na primavera de 2019 e deveria ser concluído na primavera de 2020. Mesmo com a pandemia, que acabou por inviabilizar os plantios comunitários, foram plantadas 108 mil mudas no período proposto.

Graças a esse sucesso, que contou com a participação de empresas, Exército e escolas, o município renovou o desafio para 2021 e toda a população pode participar para garantir a meta até o final do ano.

Plantios feitos em via pública ou em áreas privadas entrarão na conta das 100 Mil Árvores. Os interessados podem retirar mudas produzidas pelo município no Horto Municipal da Barreirinha, pelo Adote uma Árvore, via Central 156, ou nas administrações regionais da cidade, que recebem mudas mensalmente, apenas mediante cadastro.

Plantios dentro de áreas privadas podem ser feitos sem restrições. Quem quiser plantar em área pública, precisa pedir autorização da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, para que haja escolha da espécie mais adequada para o local.