Grande Curitiba

Fim de semana foi de celebração de aniversários nos espaços culturais de Curitiba

Proposições lidas no pequeno expediente, debates, registros, visitas e outros conteúdos
28 de março de 2022 às 15:48
(Foto: Daniel Castellano / SMCS)

COM ASSESSORIAS – Do Passeio Público ao Teatro do Paiol, do Boqueirão ao Cine Passeio, o fim de semana, véspera do aniversário de 329 anos da cidade, movimentou os espaços culturais da Prefeitura. A festa com muita música e espetáculo teatral começou na sexta-feira à noite (25/3), pela Rua da Cidadania do Boqueirão, e seguiu até domingo (27/3), encerrando com a transmissão do Oscar 2022 e as comemorações dos três anos do Cine Passeio.

No Passeio Público, no sábado (26/3) e domingo (27/3), atores contaram e cantaram a história da cidade, num espetáculo musical encenado na Ilha da Ilusão do parque. Nos dois dias, o público parou para ouvir e se emocionar com espetáculo musical Evocação para Curitiba 329 anos.

“Para nós, que viemos do Rio de Janeiro para morar aqui, é muito legal ver um espetáculo desses em pleno Centro da cidade”, disse Levy Alves de Azevedo que com a mulher, Vanessa de Albuquerque, saiu de casa, no bairro Campo Comprido, para ir ao Passeio ver o espetáculo.

Com características de ópera, a encenação é uma das principais atrações da programação de aniversário da cidade e as apresentações continuam nesta segunda (28/3) e terça-feira (29/3), sempre às 19h, no Passeio Público. A peça mostra o encontro de indígenas da etnia Tingui com os desbravadores portugueses e enaltece as riquezas da paisagem da floresta com araucárias.

Paiol 50 anos

A irreverência do músico Carlos Careqa arrancou risos e emocionou o público no sábado (26/3) e domingo (27/3), no Teatro do Paiol. Com a participação de instrumentistas de peso como Mário Manga, Márcio Nigro, Luiz Serralheiro e Cláudio Tchernev, o show lotou a plateia de 215 lugares nos dois dias e marcou a celebração dos 50 anos da transformação do paiol de pólvora em teatro.

“O Paiol é o marco das transformações urbanísticas e culturais de Curitiba. Este teatro tem profunda ligação com a história da cidade, com os artistas, com o público, e também com a criação da Fundação Cultural de Curitiba, e continuará sendo tratado com muito carinho e cuidado “, destacou a presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Ana Cristina de Castro.

Para marcar o cinquentenário do teatro, foi instalada no hall de entrada uma placa em bronze com o busto em relevo do poeta Vinicius de Moraes, que em 27 de dezembro de 1971 fez o primeiro show no Teatro do Paiol acompanhado de Toquinho, Marília Medaglia e Trio Mocotó.

O vereador Serginho do Posto e o presidente do Instituto Curitiba de Arte e Cultura, Marino Galvão Júnior, também acompanharam o descerramento da placa em homenagem a Vinícius de Moraes.

Na fachada do teatro foi projetada uma linha do tempo com imagens de alguns dos artistas curitibanos e da cena nacional, além de personalidades marcantes que nestes 50 anos estiveram no palco do Paiol.

“Está maravilhoso, essa projeção ficou linda e o Paiol estava mesmo merecendo essa homenagem. Fiquei muito feliz e fiz muitas fotos aqui na frente”, disse Christian Maria Teixeira, professora que foi assistir ao show de Careqa no domingo.

O fim de semana teve ainda roda de choro no Conservatório de Música Popular Brasileira, no domingo de manhã, apresentação de grupo folclórico no Memorial de Curitiba e show na Rua da Cidadania do Boqueirão. O encerramento da festa foi no Cine Passeio, que no domingo (27/3) transmitiu a premiação do Oscar 2022 com comentários dos curadores cinematográficos Marden Machado e Marcos Jorge.