Grande Curitiba

Festival Olhar de Cinema destaca Curitiba como polo de audiovisual

3 de junho de 2022 às 10:49
(Foto: Ricardo Marajó/SMCS)

COM ASSESSORIAS – O Cine Passeio e o Teatro da Vila (CIC) foram o palco, nesta quarta-feira (1/6), da abertura do 11º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba. A mostra começou com a exibição do filme Vai e Vem simultaneamente no Cine Passeio e no Teatro da Vila.

Até o dia 9 de junho, cerca de 100 produções nacionais e de várias partes do mundo vão rodar nas telas da cidade, 70 delas nos três cinemas da Prefeitura de Curitiba, uma das apoiadoras do evento. Além do Cine Passeio e do Teatro da Vila, esse último com entrada grátis, a Cinemateca de Curitiba é outro espaço que recebe os filmes do Olhar de Cinema.

“Do terraço ao subsolo, o Olhar de Cinema vai ocupar por uma semana o Cine Passeio e outros espaços e somos muito gratos por isso”, disse o coordenador-geral do Olhar de Cinema, Antonio Gonçalves Junior.

Vai e Vem

A cerimônia de abertura da mostra no Cine Passeio contou ainda com a presença de parte da equipe de Vai e Vem, produção das cineastas Chica Barbosa e Fernanda Pessoa que só será lançada nos cinemas em 2023.

“É um orgulho para a cidade contar e apoiar um festival como esse, porque mostra uma capacidade incrível de seus artistas e produtores, de empreender com planejamento e criatividade”, destacou o diretor de Ação Cultural da Fundação Cultural de Curitiba (FCC), Edson Bueno.

Para a presidente da FCC, Ana Cristina de Castro, graças a iniciativas como a do Olhar de Cinema, Curitiba é hoje um grande pólo do audiovisual no Brasil.

“Temos diretores e produtores que ganharam o país e o mundo, levando o nome de Curitiba para os festivais nacionais e internacionais”, destacou Ana.

O Festival Olhar de Cinema conta com apoio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura. Desde 2018, o mesmo mecanismo de fomento ajudou financeiramente mais de 30 projetos do setor audiovisual na cidade. Para além da lei, a cidade conta com importantes equipamentos de divulgação das produções locais e paranaenses.

São grandes produções recentes que tiveram projeção garantida no Cine Passeio: Deserto Particular, de Aly Muritiba, filme indicado pela Academia Brasileira de Cinema e Audiovisual para representar o Brasil no Oscar 2021; Mirador, de Bruno Costa; A Mesma Parte de um Homem, de Ana Johann; Lamento, de Cláudio Bittencourt; e Alice Júnior, de Gil Baroni,