Grande Curitiba

Curitiba começa a vacinar contra a covid os bebês de 6 meses a 2 anos com comorbidades

17 de novembro de 2022 às 12:04
(Foto: Pedro Ribas/SMCS)

COM ASSESSORIAS – A partir desta sexta-feira (18/11) Curitiba amplia a vacinação contra covid-19 para bebês de 6 meses de idade a 2 anos completos, que apresentem algum tipo de comorbidade. A convocação do novo grupo segue o determinando pelo Plano Nacional de Operacionalização (PNO) da Vacinação contra a covid-19, do Ministério da Saúde.

As famílias dos bebês com comorbidades acompanhados pelo SUS Curitibano e com cadastro no Aplicativo Saúde Já Curitiba já receberam mensagem com a convocação.

Os bebês com comorbidades acompanhados pelo SUS Curitibano têm sua condição registrada no prontuário eletrônico da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e, para a vacinação, precisarão apresentar apenas os documentos pessoais da criança e dos responsáveis.

Já os bebês com comorbidades atendidos na rede privada devem apresentar também documento comprobatório da sua condição para se vacinarem a partir desta sexta-feira.

Para aqueles que não puderem comparecer nas datas estipuladas, a SMS oferece repescagem contínua nas unidades de saúde. A vacinação será realizada em dez unidades de saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Veja os locais de vacinação abaixo ou no site Imuniza Já Curitiba.

Esquema vacinal

O esquema vacinal básico para este público será de três doses, sendo que a 2ª dose deverá ser aplicada num intervalo de 28 dias após a 1ª. Já a 3ª dose deverá ser aplicada num intervalo de 56 dias após a 2ª.

A vacina para este grupo é destinada para crianças a partir de 6 meses até 2 anos, 11 meses e 29 dias. Crianças que fizerem 3 anos após o recebimento da 1ª dose deverão completar o ciclo vacinal com o mesmo imunizante.

A vacina que será utilizada é a Pfizer de tampa vinho, a única liberada para esta faixa etária até este momento pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

As doses do imunizante chegaram ao Paraná na última sexta-feira (11/11) e foram distribuídas aos municípios nesta quinta-feira (17/11).

Confira abaixo quais grupos têm vacinação contra covid-19 disponível e consulte aqui quantas doses de vacina anticovid cada pessoa deve tomar.

Vacinação simultânea

Além da dose do imunizante contra a covid-19, as unidades de saúde de Curitiba também ofertam a vacina contra a gripe (vírus influenza) para pessoas com 6 meses de vida ou mais, que pode ser aplicada simultaneamente, no mesmo dia da vacina anticovid. Não há mais necessidade de intervalo de 15 dias entre os imunizantes.

Também é possível receber outras vacinas do Calendário Nacional de Imunização que estejam em atraso. A consulta sobre imunizantes pendentes pode ser feita pelo Aplicativo Saúde Já Curitiba (site ou aplicativo), acessando a aba “Carteira de Vacinação” no item “Pendentes”.

Orientações

No dia da vacinação, além da certidão de nascimento do bebê, é necessário apresentar documento pessoal com foto e CPF do familiar ou responsável que está acompanhando a criança.

O bebê deve ter, ainda, cadastro no Aplicativo Saúde Já Curitiba – pode ser incluído como dependente no cadastro do pai, mãe ou responsável para que a vacina seja registrada na carteira vacinal.

Esse cadastro também colabora para melhorar o fluxo de atendimento nas unidades de saúde, com maior agilidade no acesso aos dados e registro das doses.

Bebês que não puderem ser levados no dia da convocação poderão comparecer às unidades o mais breve possível. Curitiba oferta as repescagens de vacinação de forma contínua de segunda a sexta-feira.

As crianças que tiveram covid-19 devem aguardar pelo menos quatro semanas após o início dos sintomas para se vacinar. No caso das que tiveram outras doenças, a orientação é que aguardem o completo reestabelecimento.

Comorbidades

Pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a covid-19, do Ministério da Saúde, são consideradas comorbidades para vacinação as seguintes condições de saúde:

  • Diabetes
  • Pneumopatias crônicas graves
  • Hipertensão Arterial Resistente (HAR)
  • Hipertensão arterial – estágio 3
  • Hipertensão arterial – estágio 1 e 2, com lesão em órgão-alvo
  • Insuficiência cardíaca
  • Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar
  • Cardiopatia hipertensiva
  • Síndromes coronarianas
  • Valvopatias
  • Miocardiopatias e pericardiopatias
  • Doenças da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas
  • Arritmias cardíacas
  • Cardiopatias congênita
  • Pessoas com próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados
  • Doenças neurológicas crônicas
  • Doença renal crônica
  • Imunocomprometidos
  • Hemoglobinopatias graves
  • Obesidade mórbida
  • Síndrome de Down
  • Cirrose hepática

Como saber quantas doses da vacina preciso tomar?

Pontos de vacina anticovid para bebês

Distrito Sanitário Boqueirão
Unidade de Saúde Visitação
Rua Bley Zorning, 3136 – Boqueirão

Distrito Sanitário CIC
Unidade de Saúde Oswaldo Cruz
Rua Pedro Gusso, 3749 – Cidade Industrial

Distrito Sanitário Santa Felicidade
Unidade de Saúde Santa Felicidade
Via Veneto, 10 – Santa Felicidade

Distrito Sanitário Cajuru
Unidade de Saúde Iracema
Rua Professor Nivaldo Braga, 1571 – Capão da Imbuia

Distrito Sanitário Matriz
Unidade de Saúde Mãe Curitibana
Rua Jaime Reis, 331 – Alto do São Francisco

Distrito Sanitário Bairro Novo
Unidade de Saúde Bairro Novo
Rua Paulo Rio Branco de Macedo, 791 – Sítio Cercado

Distrito Sanitário Portão
Unidade de Saúde Vila Guaíra
Rua São Paulo, 1495 – Vila Guaíra

Distrito Sanitário Boa Vista
Unidade de Saúde Abranches
Rua Aldo Pinheiro, 60 – Abranches

Distrito Sanitário Pinheirinho
Unidade de Saúde Vila Feliz
Rua Pedro Gusso, 866 – Novo Mundo

Distrito Sanitário Tatuquara
Unidade de Saúde Monteiro Lobato
Rua Olivio José Rosetti, 538 -Tatuquara