Grande Curitiba

Roteiro turístico a pé valoriza lugares com influência negra em Curitiba

18 de novembro de 2022 às 15:21
(Foto: Ricardo Marajó / SMCS)

COM ASSESSORIAS – Em alusão ao Dia da Consciência Negra, comemorado neste domingo (20/11), o Instituto Municipal de Turismo lança um roteiro que salienta pontos que reforçam a influência negra na cidade, a Linha Afro Curitibana.

Na cidade onde todas as etnias se encontram, o roteiro é um convite aos turistas e moradores conhecerem um pouco mais sobre a Curitiba de influência negra. Para facilitar o acesso dos visitantes, foram priorizados locais possíveis de serem percorridos a pé. São 11 pontos na região central, que expõem as conquistas, manifestações culturais e religiosas, e também outros locais de interesse mais afastados do Centro, como o Memorial Africano, na Praça Zumbi dos Palmares.

Confira 3 pontos que fazem parte do roteiro

Sociedade Operário Beneficente 13 de Maio (@sociedadebeneficente)
Fundada em 6 de junho de 1888, o espaço era restrito a pessoas negras e tinha o intuito de agregar os ex-escravos e ajudá-los com auxílio financeiro, educativo, social e funeral. Abrigava festas religiosas e cívicas.

Igreja do Rosário

A Igreja do Rosário dos Pretos de São Benedito foi construída no século 18 por pessoas negras organizadas em irmandades. A edificação foi demolida em 1931 e a atual foi construída no mesmo local da anterior, sendo entregue em 1946.

Arcadas do Pelourinho

O Pelourinho da Vila Nossa Senhora da Luz dos Pinhais foi levantado em 4 de novembro de 1668. O local marcava a fundação de uma vila e um espaço onde pessoas eram castigadas, principalmente escravos rebelados contra o regime escravocrata.

Dia da Consciência Negra

O dia 20 de novembro é uma alusão a data em que o líder do Quilombo dos Palmares, Zumbi, foi morto por bandeirantes liderados por Domingos Jorge Velho. O local, situado entre os estados de Alagoas e Pernambuco, na região nordeste, foi um marco da resistência à escravidão no Brasil.