Grande Curitiba

Secretaria de Educação realiza a troca do mobiliário escolar das unidades de ensino

Com investimento de mais de R$ 2 milhões de reais, Secretaria realiza a troca de carteiras, cadeiras, quadros, mesa de professor e implantação de móveis planejados em alguns ambientes das escolas e cmeis
6 de maio de 2022 às 16:53
(Foto: Divulgação/PMP)

COM ASSESSORIAS – Desde o início deste ano, a Secretaria de Educação de Pinhais (Semed), por meio do Departamento de Infraestrutura Escolar, realiza a troca do mobiliário das escolas e cmeis, resultado de um investimento de mais de R$ 2 milhões de reais.

Os trabalhos são coordenados pelas equipes do Departamento de Infraestrutura Escolar que visitam as unidades de ensino, vistoriando os diversos espaços dos locais para desenvolver um projeto de revitalização conforme a necessidade.

Segundo informações do departamento, a troca do mobiliário nas salas de aula envolve o conjunto de carteiras e cadeiras (incluindo peças PcD), mesa de professor, lousa, armários de aço. Já na secretaria, cozinha, copa e sala de professores são implantados móveis planejados, além da troca das cortinas, e na parte externa, os parquinhos estão sendo revitalizados com a colocação de grama sintética e a troca por brinquedos novos e feita a manutenção.

A iniciativa, de acordo com a Secretária de Educação, Andrea Franceschini, visa proporcionar mais conforto aos alunos e profissionais, além de tornar os ambientes mais modernos, clean, contribuindo para ofertar uma melhor estrutura física. “A escola ou cmei tem que ser um espaço agradável, acolhedor, bonito, amplo e confortável. Essa questão dos novos mobiliários das unidade de ensino contribui para todos estes pontos. Por exemplo, as carteiras adquiridas tem um modelo que se encaixa melhor nas costas, deixando assim o aluno mais confortável ao sentar. E também para os educadores, que terão mobiliário mais adequado, com armários novos e de maior espaço. Promovemos este investimento, pois entendemos que a educação, o aprendizado, se dá neste espaço acolhedor, tanto para os profissionais, quanto para as crianças”, afirmou a secretária.