Grande Curitiba

Araucária formata Programa Vida no Trânsito

Comissão Municipal foi nomeada e equipe deve passar por treinamento para lançar e monitorar dados na cidade
28 de julho de 2021 às 17:06
Araucária (Foto: Divulgação)

COM ASSESSORIAS – No começo do ano foi instituído que Araucária teria uma Comissão Municipal Intersetorial de Prevenção de Acidentes e Segurança no Trânsito, de caráter consultivo, propositivo e executivo para implantação, implementação e acompanhamento do Programa Vida no Trânsito. Neste mês de julho os membros foram nomeados para representar a cidade, conforme decreto publicado em Diário Oficial pelo município (CLIQUE AQUI).

Os participantes devem começar a se reunir mensalmente para discutir ações que possam ser benéficas no âmbito do trânsito para o município. A grande mudança para a cidade será de que a comissão passará a monitorar de maneira mais detalhada as estatísticas locais, que serão lançadas em um sistema integrado e que também dará acesso a informações de outras instituições de maneira mais prática e ágil. Para isso, os integrantes do grupo devem passar por algumas capacitações e treinamentos.

Com a análise dos sinistros que ocorrerem em Araucária, poderão ser feitas estatísticas e analisar o impacto que isso tem no Hospital Municipal de Araucária e em outros hospitais, causas de morte, onde houve falha e o que pode ser melhorado: se foi imprudência, se há necessidade de melhoria em sinalização ou na via ou se há necessidade de trabalhar mais a questão educativa no trânsito. O Departamento de Trânsito de Araucária estima que daqui 1 ano será um período razoável para se começar a analisar os dados e a comparar intervalos de tempo.

Histórico

O objetivo geral do programa é subsidiar gestores no fortalecimento de políticas de prevenção de lesões e mortes no trânsito. A estratégia foi implantada inicialmente em 5 capitais brasileiras em 2010 e começou a se expandir para outras regiões devido aos bons resultados alcançados. Um facilitador para a disseminação rápida em mais cidades foi a necessidade do enfrentamento da problemática de forma intersetorial, envolvendo órgãos diversos e sociedade organizada.