Grande Curitiba

Terminal Tatuquara entra em fase final de construção

13 de abril de 2021 às 16:35
(Foto: Pedro Ribas/SMCS)

COM ASSESSORIAS – O Terminal Tatuquara, 24.º da Rede Integrada de Transporte Coletivo de Curitiba, começou a receber as telhas que formam a cobertura e entrou na fase final de construção. A entrega das cerca de 400 telhas teve atraso por conta da pandemia e a previsão da Secretaria Municipal de Obras Públicas, que coordena o trabalho, é de que a estrutura do terminal fique pronta até o fim de maio.

Nesta terça-feira (13/4), o prefeito Rafael Greca e o secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Rodrigues, realizaram uma visita técnica para acompanhar o andamento dos serviços. Além do telhado, ainda será concluída a implantação da rede de energia elétrica e da iluminação. Também será instalado nos próximos dias o reservatório de água com capacidade de 23 mil litros que abastecerá o terminal.

“Está ficando pronto o Terminal Tatuquara. Finalmente chegaram as telhas, que são painéis termoacústicos, uma espécie de sanduíche de aço e poliuretano. Elas vão cobrir os mais de três mil metros quadrados desse grande terminal e as pessoas do Tatuquara não precisarão mais se deslocar a outros bairros para ingressarem na Rede Integrada de Transporte Coletivo de Curitiba”, disse Greca.

A área do novo terminal é de 3,4 mil metros quadrados e os acessos são feitos pelas ruas Olivardo Konoroski Bueno e Jornalista Emílio de Zola Florenzano. O equipamento público vai permitir que os ônibus de Araucária, de Fazenda Rio Grande e de todos os bairros que compõem a Regional Tatuquara (Campo de Santana, Caximba e Tatuquara) tenham lugar para fazer a integração. Não será mais necessário que passageiros se desloquem até o Pinheirinho, pois irão direto pela Rua Presidente João Goulart para a Linha Verde e, daí, ao Centro de Curitiba.

De acordo com o secretário, o investimento realizado na construção do terminal é de R$ 8,2 milhões e o local oferecerá estrutura de apoio aos passageiros, como bicicletário com 108 vagas, vestiários e lanchonetes. “No fim de maio pretendemos concluir o trabalho de construção e entregar o Terminal Tatuquara aos cuidados da Urbs, que administra o sistema de transporte coletivo de Curitiba”, apontou Rodrigo Rodrigues.

Dez linhas, entre elas Rio Bonito, Dalagassa, Pompeia, Janaína, Santa Rita, Rurbana e Tatuquara, terão o novo terminal em seu itinerário. Linhas troncais que farão a futura integração com estações estratégicas da Linha Verde – para a ligação direta ao Centro e integração metropolitana – também passarão pelo terminal.

Mural da praça

Em frente ao novo terminal, foi inaugurada em junho de 2020 a Praça Vovô Vitorino, área de convivência para prática esportiva e lazer do Tatuquara. O local também fica próximo à Rua da Cidadania e à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e, ao espaço está sendo agregado neste momento, um mural pintado pelos artistas plásticos Rodolfo Lima, João Paulo Moser, Bruno Ferrari e Caio Caron.

“A praça e o painel artístico evocam o pioneiro e líder comunitário do Tatuquara, célebre por sua atuação social. A obra liga o ex-plantador de café Vitorino Xavier às lendas desta cidade da gralha azul e das araucárias”, disse Greca.

Instalada no ponto de encontro das ruas Presidente João Goulart e Jornalista Emílio de Zola Florenzano, a praça conta com quadras de futebol, vôlei e basquete e com parquinho. Para facilitar e proteger esportistas, crianças e demais frequentadores, o local é cercado por alambrados de cinco metros de altura. A praça também foi bem iluminada para permitir seu uso durante a noite.