Grande Curitiba

Começa a segunda etapa de obras para acessibilidade de calçadas na Rua Kellers

20 de abril de 2022 às 16:29
(Foto: Hully Paiva/SMCS)

COM ASSESSORIAS – A requalificação das calçadas da Rua Kellers, no Centro Histórico, no bairro São Francisco, avançou para o segundo trecho. Começaram na última segunda-feira (18/4) os trabalhos para implantação de novo passeio, mais plano e seguro, entre as ruas Ermelino de Leão e Dr. Muricy.

O primeiro trecho de melhorias em 225 metros da via teve início em fevereiro, entre as ruas Desembargador Ermelino de Leão e Martin Afonso e está com 75% das obras concluídas, com previsão de término para junho.

“Desde o Largo da Ordem até o Alto de São Francisco estamos revitalizando as calçadas, assegurando pisos táteis, amigáveis e acessíveis para pessoas com dificuldade de locomoção, para os idosos, para os curitibinhas e para todos que apreciam caminhar pela cidade. Avançamos na urbanização que resulta em mais qualidade de vida às pessoas”, diz o prefeito Rafael Greca

No fim das obras, serão quase 500 metros de passeio requalificado na via que, aos domingos, abriga parte da Feira de Artesanato do Largo da Ordem.

“O modelo da nova calçada privilegia a acessibilidade e facilita o deslocamento de artesãos, moradores e das pessoas que visitam a Feira do Largo da Ordem, um dos principais pontos turísticos da cidade”, destaca o secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Araújo Rodrigues.

As intervenções integram o projeto Caminhar Melhor de requalificação e expansão de calçadas e ciclovias e que está inserido no Programa de Mobilidade Urbana da Prefeitura. O programa prevê R$ 40 milhões em investimentos para assegurar 50 km de estrutura cicloviária e 100 km de calçadas acessíveis em diferentes regiões da cidade, que serão executadas em diferentes fases. Nesta primeira fase nove ruas estão sendo contempladas.

Piso acessível

No primeiro trecho, a nova calçada da Rua Kellers é formada por uma faixa acessível de concreto de 1,5 metro de largura, conforme estabelecido pelas Normas Técnicas de Acessibilidade da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e outra faixa, na área de serviços (próxima às arvores), com lajotas de lousinha (pedras de granito).

No segundo seguimento, apenas um dos lados da via ganhará nova calçada, que será alargada em 1,35 m de largura, ampliando a passagem dos pedestres em frente ao Museu Paranaense. Os trabalhos no novo trecho começaram com a retirada da antiga calçada de lousinha e escavação do terreno que agora será nivelado para receber o novo piso.

Diego Wilson Coelho é vendedor, mora com a esposa, a diarista Thayza Elaine Costa Pereira, no cruzamento da Alameda Julia da Costa com a Rua Kellers. Para o casal, as novas calçadas vão representar melhoria para quem circula pela região.

“Seremos todos beneficiados com um caminho mais acessível, mas para quem tem dificuldade de locomoção a obra será ainda mais especial. Está ficando muito bom”, comentou Diego.

Para Thayza, o investimento em mobilidade também está garantindo mais beleza para a região. “Vai ficar tudo nivelado, mais acessível e muito mais organizado e bonito”, disse a moradora.

Para Françoise de Lima, professora da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e frequentadora da Feira do Largo da Ordem, as obras representam segurança e conforto para as pessoas. “Uma intervenção importante, para proteger os pedestres durante seus deslocamentos e oferecer mais conforto especialmente aos idosos e às pessoas com deficiência”, disse Françoise.

Reorganização da feira

Por conta das obras, a Feira de Artesanato, realizada aos domingos, está funcionando temporariamente com uma nova configuração das barracas instaladas na Rua Kellers, em frente à Mesquita. Temporariamente, cerca de 400 barracas normalmente instaladas no local foram realocadas para ruas próximas, a fim de oferecer boas condições para os artesãos-expositores e para os visitantes da feira.

Os quiosques estão ocupando a Rua Trajano Reis até a 13 de Maio e o trecho da Rua Dr. Muricy até a Almirante Barroso, que será reconfigurado e passou a ter quatro fileiras de barracas. Assim, os visitantes contam com dois corredores de circulação. Na Rua Ermelino de Leão, serão duas fileiras de barracas.

Caminhar Melhor

A nova calçada na Rua Kellers está no primeiro lote do projeto do Caminhar Melhor, desenvolvido pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) e cujas obras são executadas sob a coordenação da Secretaria Municipal de Obras Públicas. Nesta fase serão contempladas nove ruas com obras de revitalização e acessibilidade das calçadas que somam mais de 5 mil metros de extensão, com investimentos de R$ 9,5 milhões.

Caminhar Melhor é uma intervenção urbana que cobre toda a cidade, do Centro aos bairros mais distantes. As ruas alcançadas pelo projeto são centros comerciais e de grande circulação de pessoas. Em algumas vias, além de novas calçadas e paisagismo, os projetos incluem a requalificação das vias, drenagem, sinalização viária horizontal, vertical e semafórica, iluminação pública, contenção e infraestrutura para rede de fibras óticas.

Também estão recebendo novas calçadas nesta fase as ruas Major Heitor Guimarães (Campina do Siqueira); Eduardo Afonso Nadolny (CIC); João Parolin (Prado Velho); Bley Zornig (Boqueirão), Francisco Alves Guimarães (Cristo Rei); e Dr. Goulin (Juvevê). Serão contempladas ainda nesta fase as ruas Cândido Lopes e, na continuidade, a Alameda Dr. Carlos de Carvalho (Centro); e a Avenida do Batel, incluindo os trechos denominados Benjamin Lins e Rua Gonçalves Dias (Batel).