Grande Curitiba

Floresta das Araucárias convida visitantes a uma experiência sensorial

7 de junho de 2022 às 15:18
(Foto: Ricardo Marajó/SMCS)

COM ASSESSORIAS – O Museu de História Natural, no Capão da Imbuia, lançou nesta terça-feira (7/6) o passeio chamado Floresta das Araucárias. A experiência sensorial é inclusiva: o corredor da exposição é largo para a passagem de cadeirantes e o trajeto conta com audiodescrição para que pessoas com deficiência visual possam visitar.

Ao passar pela mostra, o visitante pode tocar em plantas da flora nativa do bioma, além de escutar o barulho de um pequeno riacho correndo. O destaque são os animais que vivem na região, como gralhas-azuis, lontras, tucanos e a famosa capivara, que foram taxidermizados (empalhados) no Museu e ficam expostos numa altura acessível para cadeirantes.

A engenheira química Simone Sanchez, de 39 anos, possui deficiência visual. A visita à exposição no Museu foi uma experiência inédita, que a deixou sem palavras, especialmente a audiodescrição. “A gente constrói na cabeça os detalhes que escutamos, então foi fantástico”, elogia.

“Eu decidi visitar a exposição para conferir se era inclusiva, como prometido. E realmente cumpre esse objetivo”, diz Simone.

A exposição, realizada pelo Museu de História Natural em parceria com o Departamento dos Direitos da Pessoa com Deficiência, é comemorativa ao Mês do Meio Ambiente.

De acordo com a chefe do Museu, Patricia Weckerlin, o passeio é uma oportunidade de aprender sobre o bioma que ocupa a região sul do Brasil. “É uma forma inclusiva de aprender a reconhecer a riqueza da fauna e flora de Curitiba, que nós podemos ver em parques e áreas verdes”, afirma.

Serviço: exposição inclusiva Floresta com Araucária

Data: até 2 de julho
Horário: de terça a domingo, das 9h às 16h45
Local: Museu da História Natural (Rua Benedito Conceição, 407, entrada principal, na esquina com a Rua Nivaldo Braga)
Agendamento: grupos de mais de cinco pessoas, pelo telefone (41) 3313-5481