Grande Curitiba

Júri de acusado de matar youtuber Isabelly é adiado pela segunda vez no Litoral do PR

Everton Vargas é acusado pelos crimes de homicídio qualificado por motivo torpe e porte ilegal de arma de fogo
24 de outubro de 2022 às 13:54
(Foto: Redes Sociais)

Foi adiado pela segunda vez o julgamento de Everton Vargas, acusado de assassinar a youtuber Isabelly Cristine Santos, de 14 anos, em Pontal do Paraná, no Litoral. O júri popular estava marcado para esta segunda-feira (24), mas durante a definição dos jurados, a defesa fez um requerimento para questionar quais sentiam que tinham condições de julgar de forma isenta. Com as respostas negativas de alguns dos presentes, não foi possível definir 7 jurados para a sessão.

Na outra ocasião, quando o júri estava marcado para acontecer em março, o julgamento teve que ser suspenso por causa de um erro processual. A reconstituição do crime, que ocorreu poucos dias após o crime, não tinha sido anexada aos autos do processo.

Everton Vargas é acusado pelos crimes de homicídio qualificado por motivo torpe e porte ilegal de arma de fogo. No documento que definiu que Everton Vargas iria a júri popular, a Justiça optou por processar o irmão dele, Cleverson Vargas, que conduzia o carro em que o suspeito estava, por embriaguez ao volante.

Isabelly foi morta há mais de 4 anos, em fevereiro de 2018, enquanto transitava na PR-412, rodovia que liga Praia de Leste a Pontal do Sul. A jovem voltava de uma gravação em uma casa de shows no Balneário Shangri-lá quando houve o desentendimento no trânsito, na altura do Balneário Primavera.

Conforme a acusação, Everton atirou no carro em que estava a vítima e a atingiu na cabeça. Isabelly chegou a ser internada no Hospital Regional, em Paranaguá, também no litoral, cidade onde morava, mas teve morte encefálica constatada no dia seguinte.

Fonte: RIC Mais

Leia mais clicando AQUI