Grande Curitiba

Treme Terra Race acontece no dia 28 em Ponta Grossa

A contagem é regressiva pela realização do evento inédito na Região dos Campos Gerais. Mais de 800 atletas estão inscritos na primeira corrida com obstáculos
3 de novembro de 2021 às 14:34

COM ASSESSORIAS – Depois do sucesso do lançamento do evento, que teve inscrições esgotadas em 20 dias, agora os esforços estão concentrados nos preparativos para a primeira corrida de obstáculos da Região dos Campos Gerais no dia 28 de novembro. O Treme Terra Race será no Recanto Botuquara, um dos atrativos turísticos do Distrito de Itaiacoca, área rural de Ponta Grossa, a 100 quilômetros da capital paranaense, Curitiba. A contagem já é regressiva para o evento que tem apoio de Lei Municipal de Incentivo a Eventos Geradores de Fluxo Turístico de Ponta Grossa, e tem objetivo de movimentar cerca de 30% dos atletas sendo turistas, principalmente do Paraná, Santa Catarina e São Paulo. Desde o lançamento do evento, no início de outubro, em 20 dias as inscrições foram esgotadas e serão 800 atletas participantes. O evento tem protocolo de segurança da Covid 19, de acordo com decretos estaduais e municipais.

As largadas serão escalonadas, a cada 5 minutos, de 50 atletas por vez. “Estamos ansiosos com a novidade, é um evento inédito, que acontece tradicionalmente em Santa Catarina, e pela primeira vez será realizado fora, então as expectativas são as melhores, e os atletas estejam preparados porque vai ser um evento inesquecível”, enfatiza Alexyan Cavali, da Cavali Pró Eventos, que promove o evento.

A corrida é de 4,5 quilômetros e mais de 15 obstáculos, nas categorias competição ou diversão. Segundo Kleber Cavali, também da Cavali Pró Eventos, além de ser um evento inédito, o objetivo é garantir uma prova de alto nível. “Tanto pra quem vem focado na superação e na competição, quanto pra quem vai enfrentar o desafio por pura diversão, e o objetivo nosso é superar as expectativas dos atletas”, confirma.

O Treme Terra Race já teve oito competições sempre em terras catarinenses, e pela primeira vez a realização será no Paraná. “Pela demanda confirmada desde o lançamento das inscrições, já estamos buscando datas e locais para o segundo Treme Terra Race aqui em Ponta Grossa, pois a novidade realmente agradou os atletas”, enfatiza Cavali.

A corrida de obstáculos é inspirada em modelos de treinamentos militares, prova que exige grande resistência, força, coordenação motora e explosão muscular, pois apresenta desafios muito superiores às corridas normais. O atleta precisa cruzar barreiras de água, escalar paredões e cordas, rastejar por baixo de arame farpado e correr na lama, toda essa adrenalina ainda sendo cronometrada.

Atrações turísticas

Além da prática de esportes, o evento tem objetivo de atrair turistas para a região, e por isso, há parcerias com empresas que promovem o turismo receptivo e também com hotéis e o setor gastronômico, para garantir uma programação completa aos atletas que trouxerem a família ou os amigos e reservar o fim de semana da prova para esticar a programação aqui em Ponta Grossa e na Região dos Campos Gerais. “Além das belas paisagens na região do Distrito de Itaiacoca, onde será realizado o evento, a região tem inúmeros atrativos turísticos e também muitas opções gastronômicas, inclusive ainda no fim de semana do evento estará acontecendo o Circuito Gastronômico dos Campos Gerais, que tem mais de 60 empresas de 14 municípios da região oferecendo a culinária diferenciada e característica aqui da região, e essa é só uma das opções além do evento”, enumera a turismóloga Karen Kobilarz, também da organização do evento.

A prova será realizada no Recanto Botuquara que é uma área de lazer situada numa das mais belas regiões de Ponta Grossa, no Distrito Rural de Itaiacoca, e fica próximo a outros atrativos turísticos como o Capão da Onça, o Buraco do Padre e Fenda da Freira, a Cachoeira da Mariquinha, Furnas Gêmeas e Furna Grande localizadas no atrativo Refúgio das Curucacas que oferecem um grande espetáculo da natureza.

Além disso, um dos cartões postais do Paraná, que é o Parque Estadual de Vila Velha é outra opção de passeio, de fácil acesso e próximo ao local onde será realizado o Treme Terra Race. “Outra opção é a Rota da Cerveja, e Ponta Grossa é referência na produção de cervejas artesanais e tem roteiro para quem gosta de provar sabores diferentes e quer conhecer a produção das microcervejarias, que é totalmente artesanal na cidade”, sugere Karen. Os agendamentos dos passeios turísticos precisam ser feitos com antecedência, especialmente o da Rota da Cerveja, porque tem limitação de vagas.

Outra opção, fica no município vizinho, Carambeí, a cerca de 20 quilômetros de Ponta Grossa, e é o Parque Histórico de Carambeí, o maior museu a céu aberto do País. A cidade também é referência, e muito visitada, pela produção de dezenas de sabores de tortas artesanais, já que o município tem grande influência da imigração holandesa e desenvolveu a partir dessa cultura o potencial gastronômico e turístico.