Grande Curitiba

Deputada Mabel e vereadora Joce Canto pedem punição pelas mortes na Saúde ao MP

Estado e Prefeitura devem ser responsabilizados pelas mortes de pacientes por falta de leitos
4 de junho de 2022 às 12:18
(Foto: Divulgação)

COM ASSESSORIAS – Nessa semana, a deputada estadual Mabel Canto e a vereadora Joce Canto, no uso das suas atribuições legais, protocolaram uma denúncia ao Ministério Público (MP), referente a situação caótica que se encontram as Unidades de Pronto Atendimento (UPA´s) Santana e Santa Paula e os atendimentos médicos em Ponta Grossa.

O Ministério Público acatou a denúncia, encontrando material suficiente para começar um processo investigativo. Em todo o histórico da saúde que vem desde o fechamento da porta aberta no antigo Hospital da Criança, falta de leitos na UPA Santana e Santa Paula, fechamento do Hospital Municipal até o encerramento dos atendimentos com exames de Tomografia e Ultrassonografia. A denúncia vai ao encontro de reportagens jornalísticas, onde pessoas estavam morrendo por falta de atendimento.

Conforme a Deputada Mabel Canto, o Poder Público precisa ter sensibilidade com as mães, crianças, idosos e munícipes em geral, o atendimento com dignidade é um direito a ser respeitado pelos governantes. “Não aceito um tratamento como esse, um descaso com a saúde pública do município. Meu mandato tem como prioridade a saúde , por isso lutamos tanto, inclusive na pandemia”.

Para a vereadora Joce Canto, enquanto representante do povo, não pode ficar silenciosa diante do sofrimento dos ponta-grossenses. “Tenho lutado dia a dia para que tenhamos uma saúde melhor e que atenda os anseios de cada cidadão de Ponta Grossa.

A Constituição Federal garante um atendimento digno na área da saúde, um direito de todos e dever do estado, essa universalização de atendimento deve ser um objetivo a ser alcançado.

Esta ação protocolada no MP, busca o cumprimento da Constituição Federal e da Lei que instituiu o Sistema Único de Saúde e que garante um atendimento de qualidade ao cidadão. “Confiantes no desempenho do Ministério Público, instituição responsável pela proteção dos cidadãos, aguardamos uma conclusão em favor dos usuários do SUS” finaliza Mabel Canto.