Grande Curitiba

Projeto de educação alimentar e nutricional ensina o caminho da comida e seus efeitos no corpo humano

Estudantes do 5º ano da Escola Municipal Dona Fina receberam dois dias de atividades com nutricionistas que são estratégias para a criação e consolidação de hábitos alimentares saudáveis dos alunos e também de toda a comunidade que os cerca
8 de junho de 2022 às 15:57
(Foto: Divulgação)

COM ASSESSORIAS – Nos dias 25 de maio e 1º de junho foram realizadas ações de Educação Alimentar e Nutricional na Escola Municipal Dona Fina. Inicialmente, os estudantes das turmas de 5º ano aprenderam sobre os processos envolvidos para o planejamento do cardápio feito pelas nutricionistas da Divisão de Alimentação Escolar, da Secretaria Municipal de Educação. Eles também descobriram como os alimentos produzidos pelos agricultores chegam até a escola, todo o caminho percorrido até que sejam servidos pelas merendeiras. O conhecimento foi consolidado com a realização de uma atividade de pintura e colagem.

Os alunos tiveram a oportunidade de conhecer também o processo da digestão, ou seja, o caminho que os alimentos percorrem após serem consumidos, com explicações sobre o corpo humano e atividades lúdicas para exercitar seus conhecimentos prévios. Os estudantes cujas respostas mais se aproximaram dos valores reais foram premiados com um kit escolar contendo 1 caderno, 1 lapiseira, 1 marca texto e 1 lápis com adereço confeccionado pela estagiária.

A nutricionista Vitória Dengo, com o auxílio da estagiária Ana Paula Riffert e de materiais ilustrativos, descreveu o funcionamento do aparelho digestivo e compartilhou com eles conhecimentos e curiosidades sobre cada órgão. Os estudantes preencheram, em conjunto com a nutricionista, um compromisso de cuidar melhor do próprio corpo, comendo com calma, mastigando bem os alimentos e ingerindo frutas e verduras sempre que possível. O compromisso foi firmado como um estímulo para que os estudantes, professoras, pais e toda a comunidade escolar prestem mais atenção aos alimentos que consomem e à forma como se alimentam, garantindo mais saúde e qualidade de vida.

Ações de educação alimentar e nutricional fazem parte do currículo, tendo em vista que a escola é um local estratégico para a criação e consolidação de hábitos alimentares saudáveis e não apenas dos alunos, mas também de toda a comunidade que os cerca. Assim como nessa atividade, as nutricionistas da Divisão de Alimentação Escolar de Campo Largo estão à disposição, especialmente dos pais dos alunos, para eventuais perguntas e respostas sobre alimentação e nutrição das crianças que se alimentam com a merenda escolar.