Grande Curitiba

Prefeitura aplicará dose reforço nos profissionais de saúde que atuam em Colombo

O atendimento será realizado neste sábado (16) das 9h às 16h no Centro de Testagem e Aconselhamento
13 de outubro de 2021 às 16:10

COM ASSESSORIAS – Colombo aplicará no próximo sábado (16), a dose de reforço da vacina contra a Covid-19 nos profissionais de saúde que atuam no Município. O atendimento será realizado no Centro de Testagem e Aconselhamento – CTA, localizado na Avenida São Gabriel, 2.359 das 9h às 16h.

Para receber o imunizante é necessário ter completado o ciclo vacinal, ou seja, ter recebido as duas doses da vacina (ou dose única) há no mínimo seis meses. Também é imprescindível a apresentação da declaração que comprove o vínculo empregatício(disponível no link: https://bit.ly/TermoVacina), documento com foto e carteirinha de vacinação.

De acordo com a Secretaria de Saúde, se enquadra neste grupo:

-Trabalhadores vacinadores/aplicadores da vacina contra a COVID-19;

-Trabalhadores de Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI);

-Trabalhadores de hospitais e serviços de urgência e emergência (UPA, SAMU, SIATE), de referência COVID-19, Clínicas de Diálise e Serviços de Oncologia;

-Trabalhadores que atuam na assistência direta a paciente COVID-19;

-Trabalhadores de apoio / suporte ao paciente e à equipe que atende COVID-19 (motorista, laboratório, imagem, limpeza, nutrição, entre outros);

-Trabalhadores que atuam em Clínicas de Diálise e Serviços de Oncologia, devido ao risco de transmissão do vírus aos pacientes;

-Trabalhadores de Centros de Atendimento à COVID-19;

-Trabalhadores da Atenção Primária à Saúde (APS) e de Centros de Atenção Psicossocial (CAPS).

-Trabalhadores de laboratórios que coletam ambulatorialmentee processam testes/exames laboratoriais para a COVID-19;

-Trabalhadores dos demais serviços de Urgência e Emergência, como os ProntoAtendimento (PA) que não são referência para COVID-19 e de hemocentros;

-Trabalhadores que atuam na Vigilância em Saúde que desenvolvem atividades decampo relacionadas à COVID-19;

-Trabalhadores dos demais serviços ambulatoriais e hospitalares;

-Trabalhadores atuantes em farmácias, em sistema funerário, cuidadores domiciliares e doulas;

-Trabalhadores de serviços ambulatoriais e hospitalares, públicos e privados, que se encontram em teletrabalho devido pandemia;

-Trabalhadores de Saúde com atividades na coleta de resíduos de serviço de saúde;

-Entregadores de oxigênio que realizam troca de válvulas e cilindros em serviços de saúde;

-Trabalhadores das empresas que realizam esterilização de material hospitalar. Como comprovação deve ser apresentada uma declaração com as atividades realizadas.