Grande Curitiba

Integração metropolitana avança com conquistas do primeiro fórum

21 de julho de 2021 às 18:57
(Foto: Ricardo Marajó/SMCS)

COM ASSESSORIAS – Os 29 municípios que integram a Grande Curitiba deram mais um passo rumo à criação do Mercado Comum Metropolitano com a realização do 1.º Fórum do Programa de Desenvolvimento Produtivo Integrado da Região Metropolitana de Curitiba (Pró-Metrópole), nesta quarta-feira (21/7). O evento, que ocorreu na sede da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), foi aberto pelo prefeito Rafael Greca e pelo governador em exercício, Darci Piana.

Representantes dos setores público e privado da Região Metropolitana também participaram do fórum, que foi presencial e respeitou todas as normas sanitárias de combate à pandemia. O vice-prefeito Eduardo Pimentel é o atual presidente do Pró-Metrópole.

O Pró-Metrópole é um movimento de interesse público, sem fins lucrativos, com o objetivo de estimular o desenvolvimento produtivo integrado dos municípios da Grande Curitiba.

Durante o fórum, foram lançadas iniciativas para apoiar o setor produtivo da Grande Curitiba, como a oferta de 29 mil consultorias gratuitas do programa Recupere do Sebrae/PR, voltadas a micro e pequenas empresas da Região Metropolitana afetadas pela crise econômica gerada pela pandemia do novo coronavírus; um edital de chamamento para que agricultores familiares da Grande Curitiba possam vender para o programa Câmbio Verde da Prefeitura da capital; e capacitação empresarial gratuita para a cadeia do turismo.

“Estamos nos reunindo neste fórum para consolidar o nosso Mercado Comum Metropolitano, que já saiu do papel e começa a dar os primeiros frutos. Com o Pró-Metrópole, estamos mobilizados para dinamizar a economia e gerar prosperidade a toda Grande Curitiba”, afirmou Rafael Greca, que também é presidente da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec).

O governador em exercício, Darci Piana, afirmou que o estado apoia o esforço dos municípios da Grande Curitiba para uma maior integração. “O desenvolvimento sustentável da Região Metropolitana passa pela união de todos e acho que esta mobilização pode se aprofundar ainda mais entre os integrantes do Pró-Metrópole”, defendeu ele, que também é presidente do Sistema Fecomércio Sesc Senac Paraná.

O Pró-Metrópole integra representantes dos setores públicos e privado, como prefeituras de Curitiba e das cidades da RMC, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná (Sebrae/PR), Federação do Comércio (Fecomércio), Federação das Associações Comerciais e Industriais do Paraná (Faciap), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR), Programa de Desenvolvimento Agroalimentar da Região Metropolitana de Curitiba (Prodam) do Governo do Estado, Associação Comercial do Paraná (ACP), Sanepar, Assomec e Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec).

No evento, foi assinado ainda um termo de declaração de compromisso para o desenvolvimento do turismo regional, que visa alinhar e integrar as ações de estímulo ao turismo na RMC.

Greca apontou, inclusive, que um dos caminhos possíveis para impulsionar essa área é valorizar locais que combinam turismo ambiental com gastronômico, enriquecendo a experiência dos visitantes. “Agregar valor aos produtos naturais na forma de mesa turística, de restaurantes e de polos gastronômicos faz com que o binômio turismo-gastronomia gere prosperidade econômica. É o agregar da mesa farta com a paisagem bonita que faz um produto turístico extraordinário”, reforçou o prefeito.

Grupos de trabalho

Grupos de trabalho de eixos estratégicos do Pró-Metrópole – Agroalimentar, Integração Metropolitana e Turismo, Pólos Produtivos e Pequenos Negócios – apresentaram no fórum os resultados de ações realizadas.

“Juntos estamos colocando em prática o que é necessário para o desenvolvimento da Região Metropolitana, que corresponde a uma área de 16.591 quilômetros quadrados e reúne cerca de 3,6 milhões de pessoas. São iniciativas que mostram o esforço dos municípios e do setor produtivo para que Curitiba seja uma só”, frisou o vice-prefeito Eduardo Pimentel.

O grupo de trabalho Agroalimentar lançou no evento o aipim de mesa minimamente processado, produzido por agricultores familiares do Vale da Ribeira e já à venda nos Armazéns da Família de Curitiba. “Essa visão de um mercado comum metropolitano deu certo a partir da experiência com Cerro Azul com a produção de cítricos, de mimosa”, salientou Luiz Gusi, secretário municipal de Segurança Alimentar e Nutricional e coordenador do grupo.

Além disso, o grupo Agroalimentar apresentou a reformulação do processo de aquisição de alimentos da agricultura familiar por meio do lançamento de um novo edital de chamamento público para seleção de cooperativas de agricultores familiares. Essa seleção permitirá a participação dos produtores da Grande Curitiba no programa Câmbio Verde da Prefeitura da capital. Apenas entre janeiro de 2020 e maio de 2021, famílias de baixa renda da capital receberam 1.320 toneladas de hortaliças do programa administrado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Mensalmente, cinco mil pessoas vão até os 103 pontos de troca de lixo reciclável por alimentos frescos.

O grupo de trabalho Turismo, Pólos Produtivos e Pequenos Negócios anunciou o lançamento do curso de capacitação “Experiência Rotas do Pinhão”, que irá preparar o setor de turismo da região para retomada do fluxo de visitantes a partir deste semestre. “As inscrições vão até o começo de agosto e a capacitação empresarial será uma imersão com aulas sobre produtos turísticos e mentorias”, antecipou Tatiana Turra, presidente do Instituto Muniicipal de Turismo e coordenadora do grupo.

Já o grupo de trabalho Integração Metropolitana foi responsável junto com o Sebrae/PR pela oferta das 29 mil consultorias gratuitas do programa Recupere. Curitiba e Campo Magro são as primeiras cidades da Região Metropolitana a aderir ao programa, que estará ofertando para pequenas empresas consultorias individuais on-line, dentro de temáticas como planejamento financeiro, remodelagem de negócios, marketing digital, protocolos de biossegurança e acesso a crédito. “Visitamos os 29 municípios da Grande Curitiba para saber as necessidades do setor produtivo e, por isso, buscamos esta parceria com o Sebrae/PR”, lembrou o secretário municipal de desenvolvimento da Região Metropolitana de Curitiba, Leverci Silveira Filho, que é um dos líderes do grupo. Serão mil cursos por município da Grande Curitiba.

Participaram da fórum do Pró-Metrópole o presidente da Faciap e coordenador do G7, Fernando Moraes; o presidente da Fiep, Carlos Valter Martins Pedro; o vice-presidente do Pró-Metrópole e diretor-superintendente do Sebrae/PR, Vitor Roberto Tioqueta; o prefeito de Jesuítas e presidente da Associação dos Municípios do Paraná (AMP), José Aparecido Veiler Júnior; e o presidente da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores Familiares do Estado do Parana (Fetaep), Marcos Junior Brambilla.

O evento também contou com a presença dos prefeitos Vandir de Oliveira Rosa (Adrianópolis), Jesse da Rocha Zoellner (Agudos do sul), Gerson Denilson Colodel (Almirante Tamandaré), Hissam Hussein Dehaini (Araucária), Marcos Zanetti (Balsa Nova), Antônio Gusso (Bocaiúva do Sul), Bihl Zanetti (Campina Grande do Sul), Everton Vizentin (Campo do Tenente), Mauricio Rivabem (Campo Largo), Claudio Cesar Casagrande (Campo Magro), Patrick Magari (Cerro Azul), Helder Luiz Lazarotto (Colombo), Antônio Dignera (Contenda), Moises Branco da Silva (Doutor Ulysses), Nassib Hammad (Fazenda Rio Grande), Neneu Artigas (Itaperuçu), Diego Ribas (Lapa), Luis Antonio Biscaia (Mandirituba), Maicon Grosskopf (Piên), Marly Fagundes (Pinhais), Josimar Fróes (Piraquara), Loreno Tolardo (Quatro Barras), José Ribeiro de Moura (Quitandinha), Karime Fayad (Rio Branco do Sul), James Valério (Rio Negro), Margarida Maria Singer (São José dos Pinhais), José Altair Moreira (Tijucas do Sul) e Marco Antônio Baldão (Tunas do Paraná).