Grande Curitiba

Transporte, educação e saúde são eixos do trabalho no Pinheirinho

22 de julho de 2021 às 11:37
(Foto: Ricardo Deverson/GM)

COM ASSESSORIAS – Corredor intermunicipal e perímetro de grande movimentação de trabalhadores e estudantes, a região do Pinheirinho exige esforços concentrados da Guarda Municipal. Local do maior terminal urbano do transporte coletivo da cidade, o do Pinheirinho, e outro com grande movimento, do Capão Raso, a região também é cortada por uma das principais vias da cidade, a Linha Verde.

Não por acaso, esses locais, com as estações-tubo, são os que evidenciam o trabalho desenvolvido pelo núcleo da Guarda Municipal do Pinheirinho.

“São atendimentos praticamente diários de prevenção, socorro, apoio ao cidadão e, também, repressão a crimes”, explica o inspetor Cláudio Augusto de Oliveira, responsável pelos trabalhos da GM no núcleo.

Os casos são os mais diversos, como os de crianças que se perdem e são devolvidas aos pais. Durante as rondas e patrulhamento, os guardas também se deparam com situações de pessoas que tentam entrar no ônibus sem pagar a passagem, de agressão contra criança e, desde o início da pandemia de covid-19, acompanhamento nos embarques nos terminais, para garantir o distanciamento social e organizar as filas com a Urbs.

“Neste momento, os passageiros já estão bem adaptados a essa situação”, analisa o inspetor Cláudio. Outras ocorrências envolvendo o transporte coletivo são mais problemáticas, motivo pelo qual as rondas em pontos estratégicos são constantes. No mês de maio, uma mulher foi presa por assalto a mão armada em ônibus.

Entre as ocorrências mais graves, o inspetor relembra um roubo a passageiros atendido há quatro anos. Dentro de um ônibus da linha Vitória Régia, um dos supervisores do núcleo Pinheirinho (Carlos de Oliveira, hoje coordenador do Grupo de Operações com Cães) voltava para casa quando um indivíduo anunciou o assalto e apontou uma arma para conter as vítimas, enquanto outro passava recolhendo celulares e revistando as pessoas.

Ao chegar perto do guarda, o indivíduo viu a arma que ele carregava, gritou “polícia” e o servidor precisou reagir. Um dos assaltantes foi atingido e outro fez uma passageira refém. Com a ajuda de um passageiro, o supervisor conseguiu conter o segundo suspeito e chamar apoio.

Raio-X do Pinheirinho

A Praça Zumbi dos Palmares é a referência como área de lazer da regional. Hospitais de referência da capital, como o do Trabalhador e do Idoso, e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) recebem destaque nos apoios dos guardas do núcleo Pinheirinho.

“Temos um fluxo muito grande de pessoas a procura dos serviços médicos no Pinheirinho e a GM presta apoio às demandas da saúde que, com a área da educação, são duas das maiores que atendemos, além do apoio à Administração Regional e de ações pontuais com a Defesa Civil”, enumera o inspetor Cláudio.

Como exemplo desta última houve princípio de incêndio em um dos banheiros do Centro Municipal de Educação Infantil Vila Fanny, no fim de 2019. “O primeiro atendimento emergencial feito pelos guardas, um deles já aposentado, foi feito seguindo os princípios do programa Conhecer Para Prevenir (CPP), da Defesa Civil”, destaca.

15 ocorrências por dia

Balanço do primeiro semestre da GM mostra que, em média, os guardas do núcleo Pinheirinho foram responsáveis pelo atendimento a 15 situações por dia. Foram 208 abordagens a pessoas suspeitas no período, com 36 prestações de socorro e salvamento.

Entre os 195 flagrantes feitos pelas equipes no período, a principal natureza criminal foi o combate ao tráfico de drogas: total de 88 registros, sendo 77 prisões e 11 apreensões de adolescentes, além de 21 situações de porte e uso de substâncias ilícitas.

Memória

Formado na quinta turma da GM, no ano de 1991, o guarda municipal Sidney Zacarias fez a carreira no núcleo do Pinheirinho. Além das operações bem-sucedidas, os profissionais precisam lidar com acontecimentos inesperados ou que não são finalizados como desejado. Uma dessas situações relembradas pelo servidor aconteceu em setembro de 1997, na Rua da Cidadania do Pinheirinho.

“Houve um assalto em um posto bancário cometido por dois homens armados e fomos surpreendidos. Os suspeitos atiraram em nossa direção e revidamos. Eles fugiram com o dinheiro roubado, mas graças a Deus ninguém se feriu”, relembra ele.