Grande Curitiba

Galeria Júlio Moreira, no São Francisco, ganha iluminação cênica em tecnologia LED

7 de outubro de 2021 às 11:24
(Foto: Divulgação)

COM ASSESSORIAS – Desde terça-feira (5/10), a Galeria Júlio Moreira, que abriga espaços culturais e serve como passagem subterrânea para quem vai do Largo da Ordem à Praça Tiradentes, no São Francisco, está mais clara e charmosa, com iluminação cênica em tecnologia LED.

A Prefeitura instalou 16 projetores de piso com 20W de potência e temperatura de cor 3000K (que ilumina em tom branco), para valorizar a arquitetura e garantir conforto e segurança das pessoas que circulam pelo local. Até então o espaço contava apenas com iluminação no teto, com antigo sistema já ineficiente e que frequentemente era alvo de vandalismo.

A nova iluminação em tecnologia LED valoriza mais o espaço onde estão localizados o Teatro Universitário de Curitiba (TUC), o Clube de Xadrez Erbo Stenzel e a Galeria de Arte Urbana, além de resultar em menor consumo de energia elétrica. Outro importante benefício é o fato de as luminárias instaladas no piso dificultarem a depredação.

“O projeto de iluminação faz parte do programa Iluminação Cênica e de Destaque de Monumentos e Prédios Históricos, do Departamento de Iluminação da Secretaria Municipal de Obras Públicas, que tem sido instalado para recuperar e valorizar importantes espaços da cidade”, diz o secretário municipal de obras públicas, Rodrigo Rodrigues.

Tony Malheiros, diretor de Iluminação da Secretaria Municipal de Obras Públicas, explica que antes da elaboração do projeto luminotécnico foram feitos estudos da galeria para garantir a forma mais eficiente de clarear o ambiente e valorizar os murais do local. Os projetores de piso foram instalados a cerca de 2 metros das laterais do corredor, no eixo entre os pilares, para iluminar os arcos do forro e destacar os painéis da galeria.

“Como são brancos, pilares e forro têm grande capacidade de reflexão da luz. Os projetores de piso marcam iluminam o forro e rebatem a luz difusa, garantindo conforto visual e mais segurança para as pessoas que circulam pelo local”, diz Mallheiros.

O investimento na requalificação da galeria por meio da nova iluminação foi de R$ 25 mil. Outros espaços da regional Matriz já receberam iluminação cênica em LED como as igrejas da Ordem, do Rosário e Presbiteriana, Casa Romário Martins, Casa Hofmann, as esculturas Homem Nu e Mulher Nua da Praça 19 de Dezembro, entre outros.

A iluminação cênica também integra as ações do Rosto da Cidade, projeto de revitalização da área central.