Grande Curitiba

Cuidados sanitários contra a covid-19 são as principais armas no combate à gripe

4 de janeiro de 2022 às 15:57
(Foto: Gilson Abreu/AEN)

COM ASSESSORIAS – A fórmula já é conhecida: uso de máscaras sempre que estiver fora do ambiente familiar, higienizar constantemente as mãos com álcool em gel ou lavá-las com água e sabão, manter ambientes bem arejados e ventilados. A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba reforça que esses cuidados sanitários que o curitibano adotou contra a covid-19 não devem ser deixados de lado, pois são a principal forma de prevenção ao vírus da gripe, que teve sua circulação aumentada no país com a nova variante, a H3N2.

E, caso a pessoa apresente sintomas respiratórios leves, deve se isolar e procurar o suporte dos serviços de Saúde, prioritariamente a Central 3350-9000 para ajudar a conter a transmissão do vírus, seja do novo coronavírus ou da influenza.

“A máscara mostrou, cientificamente, ter grande eficácia para evitar a transmissão de doenças respiratórias e é necessário mantê-la, assim como as demais recomendações feitas desde o início da pandemia”, diz a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak.

A SMS avalia que o aumento de pessoas com sintomas respiratórios pode estar associado à circulação combinada da variante H3N2 e também da propagação da variante Ômicron. O epidemiologista da SMS Diego Spinoza explica que esses vírus encontraram uma combinação de fatores ideal para se propagarem:

“Esses vírus, de transmissão pelo ar, se aproveitam do efeito do relaxamento das medidas não farmacológicas de proteção por parte da população. Com as pessoas deixando de usar máscara, reduzindo a higienização das mãos e a volta das aglomerações, em eventos e confraternizações, por exemplo”, diz Spinoza.

Sintomas e prevenção

Em comum, as duas doenças se manifestam com os mesmos sintomas: tosse, dor de garganta, febre, congestão nasal, perda do olfato ou paladar. A orientação, nestes casos, é para as pessoas fazer isolamento e procurar apoio nos serviços de saúde.

As equipes da SMS seguem preparadas para o atendimento de sintomáticos respiratórios. Em mais uma mostra de agilidade e eficiência, o sistema de saúde pública curitibano vem se adaptando para atender a demanda gerada nos últimos dias.

Entre as ações a Secretaria incluiu entre os atendimentos da Central 3350-9000 os casos de sintomas respiratórios. Por telefone, o usuário é atendido por profissionais de Saúde, que orientam sobre o isolamento, avalia caso a caso, pode agendar testes de covid e, nos casos necessários, prescrever medicação ou encaminhar para outros pontos de atendimento.

Além disso, de 4 a 7 de janeiro, 12 Unidades de Saúde foram redirecionadas para o atendimento a situações de sintomas respiratórios, com suspeitas de covid-19 ou gripe. Essas unidades estão realizando exclusivamente esse tipo de atendimento, com horário estendido das 7h às 20h. Confira aqui quais são essas unidades.

Como evitar o contágio e transmissão de doenças respiratórias, como covid-19 e gripe:

– Mantenha o uso da máscara facial sempre que não estiver no ambiente familiar;
– Evite aglomerações e ambientes fechados;
– Mantenha os ambientes ventilados e arejados;
– Não toque olhos, nariz e boca sem antes higienizar as mãos;
– Higienize as mãos frequentemente – com água e sabão ou álcool em gel 70%;
– Ao tossir ou espirrar, use o cotovelo para proteger o rosto;
– Em casos de sintomas respiratórios, como como tosse, dor de garganta, febre, congestão nasal, perda do olfato ou paladar, busque o isolamento e entre em contato com a Central 3350-9000 para teleatendimento.