Grande Curitiba

Projeto pioneiro de Pinhais contribui para jovens terem a primeira oportunidade de trabalho

Por meio do Programa Municipal Jovem Aprendiz, jovens e adolescentes são contratados para trabalhar em algumas secretarias municipais
21 de junho de 2022 às 12:55
(Foto: Divulgação/PMP)

COM ASSESSORIAS – Na tarde de quarta (15), foi realizada na sede do Centro da Juventude, a assinatura do contrato da nova turma do Programa Municipal Jovem Aprendiz, da Prefeitura de Pinhais. Na ocasião, a Prefeitura e o Centro de Iniciação Empresa Escola (Ciee) assinaram os contratos dos 25 adolescentes e jovens selecionados para integrar a segunda turma do programa, sendo um deles cadeirante, pessoa com deficiência (PcD).

Todos os participantes foram encaminhados pela Secretaria de Assistência Social (Semas), por meio do Centro de Referência em Assistência Social (Cras) e Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas) e passaram por processo de formação chamado Pré-Aprendizagem. Além da questão da qualificação profissional, outro ponto diferencial é que o participante recebe uma bolsa de R$ 300,00 por cada mês que participou do projeto que tem duração de dois meses.

Essa é uma iniciativa do município que busca ampliar a gama de possibilidades oferecidas à juventude local, sendo uma delas a inserção mais qualificada ao mundo do trabalho, pois desde 2018, a Prefeitura contrata de forma direta Jovens Aprendizes nos termos da Lei Municipal nº1779/2016, criada pela então vereadora Rosa Maria, hoje prefeita da cidade.

O ato da assinatura recebeu a presença das seguintes autoridades: a prefeita Rosa Maria, os secretários municipais Rosangela Batista da Silva Duarte (Assistência Social), Vinicius de Oliveira Martins (Administração), Andrea Franceschini (Educação), Bruno Sitima (Cultura, Esporte e Lazer), Adriane da Silva Jorge (Saúde), o presidente geral da Instituição Formadora Centro de Integração Empresa Escola (CIEE), Antoninho Caron; o vereador Arnaldo do Vizinho Solidário, o presidente do Conselho Estadual da Pessoa com Deficiência (COEDE), Felipe Braga Côrtes; servidores públicos das secretarias, aprendizes e familiares.

Segundo a secretária de Assistência Social, Rosangela Batista, os 25 jovens atuarão nas secretarias de Assistência Social, Cultura, Esporte e Lazer, Educação e Saúde e a esta ação cria a possibilidade dos adolescentes ingressarem no mercado de trabalho, uma iniciativa que se tornou referência no estado do Paraná. “Este é um projeto que discutimos inicialmente para ser para 25 jovens, mas vimos para atender um número maior. O que nos surpreende é que os municípios começaram a pegar a lei como referência e hoje há cidades que acabam executando. Acredito que o sucesso deste programa é na realidade o tripé: a instituição, a Prefeitura, pelo Departamento de Recursos Humanos e a Assistência Social que acompanham estes jovens desde o início até o final do processo, tanto que tivemos sucesso, pois formamos 23 participantes, de uma turma de 25 no ano de 2020”, falou a secretária.

A prefeita Rosa Maria destacou que o município faz a sua parte para contribuir com o desenvolvimento das pessoas e os participantes do programa devem aproveitar esta oportunidade. “Quando vejo vocês assinando a carteira de trabalho, este é um dos melhores presentes que a vida pode dar. Ver hoje que estamos renovando mais uma turma de 25 jovens e 150 de pré-aprendizagem é muito gratificante, porque compreendo a importância que tem o trabalho para o jovem humilde, que tem a necessidade de vencer na vida. Gostei muito das falas dos jovens, que é preciso correr atrás e não perder a oportunidade. Sejam melhores que vocês mesmos, não se comparem aos outros, trabalhem bastante e estudem muito”, finalizou a prefeita.