Grande Curitiba

Padre Joel celebra jubileu sacerdotal

25 anos de muitas alegrias, graças, bênçãos e desafios superados
28 de maio de 2021 às 19:16
Pe Joel Nalepa, celebra 25 anos de sacerdócio. (Foto: Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa)

COM ASSESSORIAS – Natural de Teixeira Soares, o padre Joel Nalepa celebra neste sábado, 1º de junho, o jubileu sacerdotal. Ao longo de seu ministério atuou como Vigário Paroquial, Administrador Paroquial, Pároco, e desde 2018 é o Coordenador Diocesano da Ação Evangelizadora da Diocese de Ponta Grossa com dedicação à articulação pastoral de acordo com o Plano Diocesano da Ação Evangelizadora.

Para o padre Joel, os atendimentos de doentes, confissões ou bênção de uma criança são momentos marcantes na atividade sacerdotal. “Posso dizer que Deus se manifesta de maneira incrível através de pequenos gestos. Claro que foram marcantes algumas atividades, como as celebrações dos DNJs (Dia Nacional da Juventude), a preparação da Jornada Mundial da Juventude de 2013 no Rio de Janeiro, com a presença carismática do Papa Francisco. Destaco também as Assembleias Diocesanas, as atividades em todas as comunidades das paróquias onde já atuei, a visita pastoral na Paróquia Menino Jesus, em Reserva, quando Dom João Braz de Aviz esteve presente como bispo da nossa Diocese e a visita pastoral na Paróquia São Miguel, em Irati com Dom Sergio”

O despertar vocacional, de padre Joel surgiu muito cedo, ainda muito jovem. “A partir de um convite de primos do meu pai que foram em casa convidar a família para a ordenação sacerdotal, senti vontade de saber o que era ser padre. Depois fui coroinha na comunidade, tempo que padre Silvio Mocelin era pároco em Teixeira Soares e havia um trabalho vocacional na Diocese em vista da construção do Seminário Mães de Deus, em Irati. Participei de encontros vocacionais na Paróquia e em 1982 ingressei na caminhada no Seminário”. “Faz parte da descoberta vocacional a vida familiar, participação na comunidade e o convite feito em vista dessa vocação”, completa padre Joel.

Torcedor declarado do time Operário Ferroviário, o atual pároco da Igreja Santa Teresinha do Menino Jesus, de Ponta Grossa já assumiu a função de assessor do Setor Juventude da Diocese de Ponta Grossa e da Pastoral da Juventude no Paraná, pelo Regional Sul II da CNBB, entre outros. Desde2007 é diretor geral da Rádio Sant’Ana.

Segundo o sacerdote, ser padre é “ser discípulo, caminhar com o Mestre, continuar sendo conduzido pelo Senhor para poder ser sinal d’Ele no mundo. Os desafios de hoje são enormes, estar a serviço do Reino não é fácil, pois hoje são muitas as ‘verdades’, mas anunciar a Verdade do Reino, do Evangelho é uma exigência que se dá primeiro pelo encontro pessoal com o Senhor, no mais, tudo é consequência”, finaliza.

Na próxima terça-feira, 1º, às 19 horas, a data será registrada por uma missa celebrada pelo bispo dom Sergio Arhtur Braschi, na Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus.