Grande Curitiba

Covid-19: Prefeitura prepara imunização de adolescentes e reforço para idosos

Esta vacinação deve iniciar nos próximos dias para jovens de 12 a 17 anos com comorbidades e reforço para idosos em instituições e público 90+
27 de setembro de 2021 às 18:41

Covid-19: Prefeitura prepara imunização de adolescentes e reforço para idosos
Esta vacinação deve iniciar nos próximos dias para jovens de 12 a 17 anos com comorbidades e reforço para idosos em instituições e público 90+
A Fundação Municipal de Saúde (FMS), através do Departamento de Imunização e da Atenção Primária, deve iniciar até a próxima semana as etapas de vacinação para adolescentes de 12 a 17 anos e também a dose de reforço para idosos vacinados há mais de seis meses, conforme preconiza o Plano Nacional de Imunização contra Covid-19. Esta vacinação terá início com: 1. o grupo de adolescentes com comorbidades; 2. para os idosos acima de 90 anos; e 3. o público idoso das Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI), sendo esses públicos ampliados gradativamente, conforme o recebimento de doses pelo município.
“Com quase 98% da população vacinada com a primeira dose ou dose única, daremos início a essas novas etapas, começando pelos adolescentes com comorbidades e os idosos com mais de 90 anos vacinados há mais de seis meses, ampliando as faixas etárias gradativamente. É importante que este público fique atento aos chamamentos, realize os agendamentos e apresente toda a documentação necessária no momento da vacinação, seja a declaração de comorbidade ou a carteirinha de vacinação com as duas primeiras doses”, orienta o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Rodrigo Manjabosco.

Adolescentes
Na primeira etapa do público adolescente, serão vacinados os jovens de 12 a 17 anos com uma das comorbidades incluídas como prioritárias para a vacinação contra covid-19 no Plano Estadual de Vacinação (lista completa abaixo), além também dos adolescentes com deficiência permanente, Síndrome de Down, doença renal crônica em diálise, gestantes, puérperas e os privados de liberdade. Será necessário acompanhamento de pai ou responsável no momento da vacinação.
Da mesma forma como ocorreu com o público 18+, os adolescentes com comorbidades devem apresentar declaração médica comprovando a condição médica. Pacientes acompanhados pelas unidades de saúde podem se dirigir até a UBS e retirar a declaração com a equipe. No caso de pacientes com diabetes da rede pública, pode-se apresentar uma cópia da última receita (data de até 6 meses) para ficar retida que serve para comprovação.
Para aqueles que realizam acompanhamento pela rede privada, será preciso apresentar uma declaração do médico que o acompanha, em modelo de declaração disponível no Portal do CRM-PR para os médicos inscritos (https://servicos.crmpr.org.br/portal/). Adolescentes grávidas devem apresentar carteirinha de gestante e prescrição médica solicitando a vacinação.
A vacinação dos adolescentes deve ocorrer sempre mediante presença de pai ou responsável para dar autorização no momento da aplicação ou com apresentação de declaração de autorização, que será disponibilizada no sistema de agendamento. Após a vacinação do público de 12 a 17 anos com comorbidades, será ampliada a imunização por faixa etária dos demais adolescentes.
Dose reforço
Também será iniciada nos próximos dias a aplicação da dose de reforço para público de idosos acima de 70 anos que completou a imunização há mais de seis meses. Esta etapa terá início com a vacinação do público das Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI) e para os idosos acima de 90 anos.
Para definir como se dará a etapa de reforço da imunização para profissionais da saúde vacinados há mais de seis meses, a Prefeitura está aguardando nota técnica da SESA – PR e divulgará na sequência.
Agendamento
A Prefeitura deve divulgar em breve o dia, horário e local exato de cada uma dessas ações. Sempre será necessário realizar agendamento no site para garantir a disponibilidade da dose. No caso dos adolescentes com comorbidades, a recomendação é que este público use os próximos dias para solicitar a declaração médica e estar com o documento em mãos para abertura do agendamento.

Próximos públicos
D1 para adolescentes de 12 a 17 anos com deficiência permanente e comorbidades (lista completa abaixo);
D1 para adolescentes de 12 a 17 anos com Síndrome de Down, gestantes, doença renal crônica em diálise e privados de liberdade;
Dose reforço para idosos das Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI);
Dose reforço para idosos acima de 90 anos