Grande Curitiba

Corrida na Roça movimenta Distrito de Uvaia em Ponta Grossa

Com a participação de mais de 500 atletas Etapa de Uvaia apresentou paisagens e desafios inéditos aos participantes
28 de setembro de 2021 às 09:13

COM ASSESSORIAS – Foi um domingo diferente no Distrito de Uvaia! O evento Corrida na Roça 2021, segunda etapa do circuito, levou mais de 500 atletas, além de familiares e amigos, para curtirem uma manhã de domingo com esporte e lazer, tendo como cenário as belas paisagens rurais da Região dos Campos Gerais, em Ponta Grossa. A largada e a chegada, tanto para a corrida de sete quilômetros quanto para a caminhada de cinco quilômetros, foram em frente à Capela de Uvaia. O evento também movimentou crianças, a partir de 3 anos de idade, com a corrida kids. Moradores da localidade se surpreenderam com as possibilidades de realizações de grandes eventos que o local proporciona, e que até então não eram cogitados.

Jurandira Maria Chade, moradora do Distrito de Uvaia há mais de 50 anos, viu a movimentação nas proximidades e foi assistir a corrida. “A gente não tem eventos aqui, antes da pandemia era só a festa da igreja, e é a primeira vez que vemos aqui um público tão grande”, destaca.

Adilson Andruchiw, de 54 anos, mora na colônia Trindade, há três quilômetros do Distrito de Uvaia, e participou da corrida de sete quilômetros. “No começo eu achei que tava muito fácil, mas depois do atoleiro foi sensacional, e tem que ter mais iniciativas assim para promover a região, que é muito próspera e rica em belezas naturais”, enfatiza.

Além de chamar a atenção dos moradores da área rural, a Corrida na Roça atraiu não só atletas, mas também seus familiares. Francesca Karlesso, 40 anos, trouxe a família para curtir a paisagem da área rural. Ela veio acompanhada do esposo e do filho. “Enquanto eu corro, ele cuida do bebê, e vice versa, mas hoje ele veio pra curtir mesmo a paisagem e eu vim pra correr”. Francesca mora em Ponta Grossa há mais de 20 anos, e conhecia Uvaia só de passagem. “Conhecia às margens da rodovia e a rua principal do Distrito, mas o trajeto mostrou uma região sensacional, com lindas paisagens e de grande potencial para atletas e também para o lazer”, enfatiza.

E também como parte do propósito do evento, que é de movimentar o setor turístico, a Corrida na Roça foi o motivo para o casal Vaneza de Lima, de 42 anos, e Iverson Correia, de 49 anos, virem de Curitiba para conhecer mais da cidade de Ponta Grossa. “É a segunda vez que estamos em Ponta Grossa, e a primeira foi em agosto, na Corrida na Roça da Cachoeira da Mariquinha, e já estamos inscritos na terceira etapa, ansiosos para conhecer a Cachoeira do Rio São Jorge, nos apaixonamos pela cidade e por esses eventos na roça”, dispara Vaneza. Eles fizeram o trajeto de sete quilômetros lado a lado, de mãos dadas. “A paisagem daqui é linda, e o trajeto mais tranqüilo que a primeira etapa, mas tão desafiador quanto o trajeto anterior”, conta Iverson.

Julia Rosi Souza, de 70 anos, é curitibana e tem familiares aqui na cidade, mas nesse domingo não veio para visitar ninguém, mas pra curtir a paisagem rural junto com os amigos, que também praticam corrida e se organizaram para passar o fim de semana em Ponta Grossa. “Minha filha mora em Ponta Grossa, mas ela nem sabe que estou aqui hoje, vim mesmo pra correr, e o percurso foi muito divertido”, relata Julia, contando que sempre participa de corridas no Paraná, mas que esta é a segunda corrida que participa nos últimos 18 meses, por conta da pandemia da Covid 19.

Gilmar Agostinho Bittencourt participou da corrida junto com a filha. “Tive um problema sério de saúde este ano e minha filha me incentivou a mudar de vida, e me inscreveu na prova, pra mim foi um desafio e eu superei, nesse lugar lindo, que valeu muito a pena”, descreve. Já a Olga Terezinha Elias é corredora há 4 anos, e participou pela quarta vez da Corrida na Roça. “O trajeto foi perfeito, mas podia ter mais lama, porque eu adoro”, revela.

Marilin de Quadros tem 63 anos e já levou troféus em etapas anteriores da Corrida na Roça, na categoria dos mais de 60 anos. “Todas as corridas na roça são muito desafiadoras, mas sempre com recompensa de lindas paisagens e de nos motivar à superação”, conta.

Genilson Santos, morador de Carambeí, veio com mais sete amigos para participar do evento. “A gente participa de corridas de rua com freqüência, mas corrida na roça foi a primeira vez, e o trajeto surpreendeu pelos desafios e pela paisagem, um lugar totalmente diferente do que a gente está acostumado, acaba sendo lazer também, e a partir de agora serei um participante assíduo das corridas na roça”, confirma.

Ideto Ioshioka Junior, de 55 anos, conheceu Ponta Grossa no mês passado, durante a Etapa Mariquinha da Corrida na Roça 2021. Ele veio de Curitiba, com a esposa e o filho, se hospedaram na cidade no sábado e aproveitaram o domingo na região. “Trajeto um pouco mais rústico desta vez, mas muito bom”, conta o turista, que depois da corrida aproveitou para levar a família para conhecer o Buraco do Padre, um dos atrativos turísticos de Ponta Grossa.

Flávia Marcondes Leite participou da caminhada, junto com familiares. “Mudei os hábitos de vida desde janeiro, consegui emagrecer, buscando qualidade de vida, e agora em família resolvemos nos desafiar e fazer a caminhada juntos”, conta Flávia, acrescentando que foi um domingo diferente em família, conhecendo novas paisagens e mantendo a qualidade de vida.

Felipe dos Santos Carlos, proprietário de um boxe de cross training levou a equipe da academia para participar da corrida. “Pessoal estava ansioso por uma experiência diferente, e estamos participando pela primeira vez da corrida na roça, e gostamos muito do ambiente, pois além do esporte, ainda podemos curtir o espaço, bem agradável por sinal”, conta.

Potencial

Karen Kobilarz, turismóloga da equipe Cavali Pró Eventos, revela que o Distrito de Uvaia como sede de eventos foi uma descoberta. “Há uma estrutura interessante, uma área muito agradável para se passar o dia com a família, com certeza a região tem capacidade para receber muitos outros eventos, e a corrida na Roça traz uma nova prospecção para esta região, de um local que não é consolidado como atrativo turístico, mas que tem potencial, de oferecer a experiência rural para turistas num futuro breve, e é um achado para realizadores de eventos”, enfatiza.

De acordo com o proprietário da Cavali Pró Eventos, Kleber Cavali, as metas do evento foram alcançadas e todas as expectativas, pelo local inédito da realização, também se cumpriram. “Fomos muito bem recebidos pela comunidade de Uvaia, e a região tem muitas oportunidades, é muito bonita, mas não é promovida, e conseguimos trazer a experiência e a certeza de que há condições de trazer pessoas de forma orientada, com um evento organizado e certamente quase mil pessoas circularam por Uvaia neste domingo”. Segundo ele, a proposta da Corrida na Roça é aproveitar os obstáculos naturais para desafiar os atletas. “Nós não fazemos buracos ou obstáculos, e a região de Uvaia tem obstáculos naturais, tem muitas opções de trilhas, é muito arborizada e ainda o Rio Tibagi que é de uma beleza ímpar”, completa.

(boxe)
Terceira etapa do circuito será dia 24 de outubro

E agora todas as expectativas e esforços se voltam para a terceira e última etapa do circuito Corrida na Roça 2021. “A Cachoeira do Rio São Jorge é de uma beleza exuberante, e já é bastante conhecida, mas o diferencial da terceira e última etapa deste ano são trilhas inéditas, trechos ainda desconhecidos, e essa proposta é possível porque já temos autorização da Prefeitura, da Secretaria de Esportes, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e proprietários, apresentamos a idéia e conseguimos colocar em prática o objetivo de uma prova bastante técnica, com subidas, descidas, em um percurso inédito, muito além das trilhas que já são bastante conhecidas”, descreve Cavali.

Ele adianta, ainda, que o trajeto da Etapa Cachoeira do Rio São Jorge vai passar pela Fazenda Capadócia, que é uma área particular, e ainda por trechos da Represa do Alagados. “Não são as trilhas que muita gente já conhece, pelo contrário, são trechos novos, paisagens únicas, inexploradas e imperdíveis”, completa.

As inscrições para a Terceira Etapa da Corrida na Roça estão abertas no site www.cavaliproeventos.com.br, e o valor individual é R$ 50. Para equipes há possibilidade de solicitar cupom de desconto para inscrever os atletas, que deve ser solicitado pelo email [email protected] Também tem premiação, na última das três etapas, para a equipe que, ao final do circuito, somar o maior número de pontos, incluindo maior número de inscritos, classificação geral e classificação por faixa etária, e o prêmio será uma tenda inflável personalizada.

O circuito 2021 da Corrida na Roça teve a primeira etapa realizada na Cachoeira da Mariquinha, com a participação de 420 atletas, no dia 15 de agosto. E a Cavali Pró Eventos encerra o circuito com a terceira corrida, a Etapa Cachoeira do Rio São Jorge, que acontecerá no dia 24 de outubro.