Grande Curitiba

Elizabeth determina corte de 25% de despesas com custeio

Prefeita reúne secretários e estabelece prioridades para 2022
7 de janeiro de 2022 às 09:04

COM ASSESSORIAS – A prefeita Elizabeth Schmidt reuniu, nesta quinta-feira (06), sua equipe de secretários para primeira reunião de trabalho para o exercício de 2022. Na pauta, a apresentação da nova estrutura de governo, medidas de economia e, principalmente, a cobrança de projetos e resultados que atendam diretamente à diretrizes da administração. “Financeiramente, teremos um ano bastante difícil. Por isso quero que nossa equipe esteja alinhada e engajada para trabalhar com muita agilidade, responsabilidade, criatividade e, acima de tudo, economia. Já estamos ajustando a máquina pública com cortes e redução de custos para cuidar das grandes prioridades da nossa gestão que são a Saúde, o Asfalto, a Educação e o Social”, comentou Schmidt.

Diante da dificuldade financeira que será enfrentada pelo município, a prefeita determinou o corte de 25% em despesas como combustíveis, luz, água e outros gastos de custeio, inclusive aluguéis, salientando também a necessidade de insistir no programa de justiça fiscal em Ponta Grossa. “Infelizmente, a arrecadação praticada hoje em Ponta Grossa está muito aquém do que seria adequado e justo. Não podemos permitir que Ponta Grossa pare nos anos 90, em termos de receita tributária. A modernização e a atualização são necessárias e urgentes. Também não é possível que em pleno ano de 2022 ainda existam adversários políticos que torçam contra o crescimento da cidade. Vamos buscar mecanismos para melhorar nossa arrecadação e garantir o crescimento econômico do jeito que o município precisa e merece”, disse a prefeita. Sobre o contingenciamento determinado por ela e anunciado nesta tarde a prefeita foi bastante enfática: “são cortes muito grandes que precisamos fazer porque temos hoje apenas 3% do nosso orçamento livre para novos investimentos. Nosso quadro real é bastante grave. Então, vamos fazer de tudo para reduzir as despesas e cortar na carne o máximo que pudermos”, enfatizou.

Elizabeth destacou que no planejamento de ações é essencial que a equipe trabalhe com agilidade em projetos para captação de recursos livres junto ao Estado e à União. “Assim como vamos cortar gastos e conter despesas internamente, também vamos trabalhar firmes para a conquista de recursos fora do município, garantindo que programas e projetos fundamentais não deixem de ser executados em Ponta Grossa”, reforçou.

A chefe do Executivo municipal ressaltou os importantes avanços ao comentar sobre os projetos de infraestrutura para o município. “Já temos 100 milhões de reais garantidos para pavimentação e, a partir de agora, vamos arregaçar as mangas para iniciar essas obras que já estão com seus projetos finalizados”, disse.

Outro ponto bastante discutido na reunião foi a Saúde. “Essa é nossa grande preocupação porque todos os dias temos novos desafios a serem solucionados, principalmente pela falta de recursos”, apontou Elizabeth, reconhecendo os esforços feitos durante a fase mais dura da pandemia: “nossos servidores foram incansáveis na Saúde em 2021. Tivemos uma verdadeira luta diária para vencer a Covid e salvar tantas vidas com a vacina. Acredito que a partir desse ano precisamos avançar em outras áreas da Saúde, levar esse serviço tão sensível para mais perto da população, com melhoria no atendimento descentralizado e a oferta de diferentes serviços. Vamos corrigir erros e avançar significativamente na Saúde de Ponta Grossa”, determinou a prefeita

Durante a reunião foram apresentados os novos chefes das pastas do Gabinete, Edgar Hampf, Secretaria de Administração e Recursos Humanos, Cliciane Garczarek, Infraestrutura e Planejamento, Henrique Palermo do Vale, Prolar, Mauricio Silva, Assistência Social, Vinya Mara Anderez Dzievieski Oliveira, Família e Desenvolvimento Social, Simone Kaminski de Oliveira, Agência de Inovação, Tônia Mansani, e Controladoria-Geral, Juliano Jaronski.