Grande Curitiba

Livro sobre a vida de Ernani Zetola é lançado em São José dos Pinhais

27 de maio de 2022 às 12:18
(Foto: Divulgação/PMSJP)

COM ASSESSORIAS – Na tarde desta quinta-feira (26), nas dependências do Museu Municipal Atílio Rocco de São José dos Pinhais foi feito o lançamento do livro biográfico “Ernani Zetola – Uma história que não se apaga”.

A solenidade reuniu familiares dessa personalidade, servidores da Secretaria Municipal de Cultura e autoridades, além do autor da biografia, o escritor – professor e historiador Luciano Chinda Doarte.

A vida de Ernani Zetola, suas ações e dedicação à Cultura do município são tão importantes para a história de São José dos Pinhais, que sua significância pode ser comparada a de Mario de Andrade para a Semana de Arte Moderna de 1922.

O livro narra passagens importantes da vida de Ernani, que foi funcionário de carreira da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, dividindo seu tempo e vida para empreender ações em prol da cultura, memória e história do município. Dentre suas contribuições, pode-se citar a fundação de um Centro Cultural em meados dos anos de 1950, a fundação do museu mais antigo de São José dos Pinhais, dentre outras.

Ernani Zetola sempre foi um grande entusiasta das artes e cultura de um modo geral, principalmente àquelas que imprimem a identidade do município e seu povo.

No ano de 2021 foi comemorado os 100 anos do nascimento de Ernani Zetola, onde a Secretaria de Cultura de São José dos Pinhais promoveu diversas ações alusivas a essa personalidade, bem como inúmeras homenagens por parte do Poder Público, inclusive de outras cidades. A Secretaria de Cultura informa ainda que o Museu Municipal Atílio Rocco abriga uma exposição gratuita sobre a vida de Ernani, que ficará disponível para visitação até o mês de agosto.

Presente na solenidade de lançamento do livro “Ernani Zetola – Uma história que não se apaga”, a prefeita Nina Singer, o secretário municipal de Cultura – Marcelo Dal Negro, a sobrinha de Ernani Zetola, Neide Setim, o ex-prefeito Luiz Carlos Setim, ex-diretoras e servidores do Museu Municipal Atílio Rocco, além de representantes do Comitê de Geminações – Leopoldo Scherner.