Grande Curitiba

Idosos dançam e se divertem no Baile da Melhor Idade

23 de setembro de 2022 às 08:40
(Foto: Sandra Lima/FAS)

COM ASSESSORIAS – Mais de 400 idosos da Regional Boa Vista dançaram e se divertiram, nesta quinta-feira (22/9), no tradicional Baile da Melhor Idade, organizado pela Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude (Smelj), em parceria com a Fundação de Ação Social (FAS) e a Fundação Cultural de Curitiba (FCC). O evento integra o programa Curitiba Viva Bem, de promoção da qualidade de vida na cidade, e foi realizado no Buffet du Batel, com direito a muita música, além do desfile e a escolha dos reis e rainhas da festa em duas categorias.

O baile faz parte de uma programação que já reuniu pessoas idosas das regionais Bairro Novo e Cajuru, que fizeram suas festas nesta quarta-feira (21/9). Os bailes serão realizados ainda nas regionais CIC, nesta sexta-feira (23/9), Pinheirinho, Portão, Santa Felicidade, no dia 19 de outubro, e Matriz, em 21 de outubro.

Juntos, os eventos devem reunir 2.400 pessoas e serão finalizados com o Grande Baile, no dia 25 de novembro, quando serão esperados 1.000 idosos.

O secretário Carlos Eduardo Pijak Júnior, da Smelj, abriu o baile convidando a todos para se divertir. “Essa festa foi organizada com todo carinho para vocês, para que possam encontrar os amigos e confraternizar”, disse.

Eleição

Durante os bailes, os idosos podem participar de desfiles e da eleição do rei e rainha de cada regional, em duas categorias. João Carlos Gabardo e Terezinha Greint foram eleitos o rei e rainha na categoria 75+, e José Marques e Viviane Mocelin, na 60+ da Regional Boa Vista.

Os quatro irão disputar os títulos no Grande Baile que irá escolher o Rei e Rainha da Melhor Idade de Curitiba.

Maria Luiza dos Santos de Souza, 71 anos, e Aloízio Amálio de Souza, 64 anos, participaram animados do baile. “A gente é inseparável e gosta de uma festa”, disse Maria. Além dos bailes, o casal que está junto há 50 anos também gosta de frequentar bares e casas noturnas, já que Aloízio é vocalista de uma banda de rock nacional.

Aposentada, Maria frequenta o Centro de Atividades para Pessoas Idosas (Cati) Boa Vista, onde faz aulas de ioga, além das danças cigana, sênior e ritmos.

Entre os professores de dança do Cati está a pedagoga Patrícia Galvão, que foi ao baile vestida de homem. “As meninas sempre reclamam que falta homens para dançar. Prometi que hoje todas elas vão dançar pelo menos uma música”, explicou.