Grande Curitiba

Suspeitos rendem funcionários e clientes, e loja de celulares é assaltada em Ponta Grossa

Casal se passou por cliente antes de anunciar assalto na terça (31); mulher foi presa após PM usar rastreador de celular roubado. Ninguém se feriu
1 de junho de 2022 às 15:50
(Foto: Reprodução/RPC)

Uma loja de celulares foi assaltada na terça-feira (31) em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná. O suspeito estava armado e rendeu clientes e funcionários, levando-os para os fundos do estabelecimento enquanto a mulher escolhia os itens da loja.

Uma câmera de segurança registrou a ação, no Centro da cidade.

Nas imagens é possível ver quando os dois suspeitos entram na loja. Segundo o dono do local, o homem e a mulher se passaram por clientes e pediram um orçamento de celular antes de anunciarem o assalto.

Ainda conforme testemunhas, enquanto o homem mantinha os reféns, a suspeita escolhia os itens da loja. Foram pelo menos sete equipamentos roubados, além de celulares pessoais de clientes e funcionários e acessórios.

A ação durou cerca de dois minutos. Ninguém ficou ferido.

Depois, o casal fugiu em um carro com a ajuda de uma terceira pessoa.

Ainda na terça-feira, de acordo com a Polícia Militar (PM), a suspeita foi localizada por conta do rastreador de um dos celulares roubados. Ela foi presa depois de ser abordada por uma equipe em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Ainda segundo a polícia, ela estava com as mesmas roupas às utilizadas no crime e foi reconhecida por uma vítima.

Com ela também foi encontrado o motorista que ajudou na fuga dos suspeitos, segundo a polícia. Eles foram presos.

Na residência da mulher, a PM também encontrou dinheiro em espécie e drogas.

Até a publicação desta reportagem, o homem suspeito do crime na loja não havia sido preso. A PM também informou que os celulares roubados não foram recuperados.

Fonte: G1